Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

terça-feira, 26 de junho de 2012

O Maior Ícone do Porto


No auge das festas dos santos populares, passada a grandiosa festa do S. João do Porto (no dizer geral considerada a maior noitada festiva de Portugal), eis uma visão da mistura que ali se gera, em bom convívio e identificação bairrista, entre o povo anónimo e pessoas famosas, gente simples e personagens admirados, onde toda a gente festeja: 

- Em plena noite de S. João, festejando com todos os  foliões, aparece por entre a multidão, confundindo-se com o santo patrono da Invicta, e com todos distribuindo e recebendo manifestações usuais, com adereços próprios da ocasião, de alho porro na mão, mais raminho de cheiro e martelinho – aí está Pinto da Costa, o Presidente do F C Porto. Jorge Nuno Lima Pinto da Costa, o verdadeiro ícone da cidade do Porto, de tudo o que identifica o burgo portuense, o sentimento tripeiro e a vontade Portista. O herói de onde houve nome Portugal, enfim o maior Homem do Norte e de Portugal. 

a) Armando Pinto

2 comentários:

  1. Nas festas populares tradicionais estão toda a gente, da mais humilde ao presidente, todos sorrindo e se divertindo:) Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar