quinta-feira, 5 de julho de 2012

Mais uma evocação no regresso do futebol… do F. C. Porto.


Em começo de temporada, estando a luz da ribalta informativa voltada a possíveis novidades, há sempre volta a dar a essas loas para fazer incidir atenções em temas de interesse real. Como se vai vendo, por aí, de certo modo. 

Enquanto isso, resta esperar, portanto… nos entretantos da contenção que tem de haver, à falta de certezas; e quando ainda se não conhece a nova camisola Portista, agora que (desde a entrada da SAD e do século XXI) todos os anos é alterada a veste oficial clubista… 

Assim sendo, está-se no regresso do futebol ainda a meio gás, como se costuma dizer, embora no F. C. Porto se vá preparando o futuro sempre com cabeça, conforme é sabido. Que no F. C. Porto, ao que se conhece, por saber feito de experiência, o “homem” procura sempre fazer o melhor, na ânsia do resultado desejado. 

Deixando assim descansadas as esperanças do constante aperfeiçoamento, que é apanágio da casa azul e banca, pela fé provocada no rendimento que tem sido possível, vamos recordando para já mais factos conhecidos, do passado como é natural, porque o porvir será sempre de mover montanhas…


Como tal, continuando com algumas evocações de outros tempos, de pré-epocas do passado, para que nunca se esqueçam tempos difíceis e estabeleçam horizontes na fibra perene, desta coletividade que faz parte do ser de muita gente – damos vez, desta feita, a uma rememoração dum encontro com um misto do Funchal, que, em viagem de passagem pelo Continente, corria o Estio de 1951, também, visitou o grémio alvi-anil da Constituição. 

Pela narrativa das legendas fica-se a conhecer alguns momentos desse prélio, ao mesmo tempo que se proporciona dar à estampa mais uma fornada do lote dos futebolistas que, então, integravam a equipa sénior do F. C. Porto - aparecendo, além dos anteriormente referenciados (no artigo antecedente), também mais alguns astros do mundo Portista, como Monteiro da Costa e Carlos Vieira. 

© Armando Pinto 

-------» Clicar sobre as imagens, para ampliar «-------


3 comentários:

  1. Continua como sempre, bem ou melhor no Memória portista a dar-nos pérolas. Do Porto nosso. Obrigado.

    ResponderEliminar
  2. Grande post. Mas hoje quero especialmente dar meus parabéns e desejar que passe este dia do aniversário como gostar junto dos seus. Felicidades e muita saúde.

    ResponderEliminar
  3. Hoje, que me perdoe o nosso FC Porto, mas só há palavra para o nosso ARMANDO.

    PARABÉNS, AMIGO. ABRAÇO AZUL MUITO FORTE!

    ResponderEliminar