sábado, 11 de agosto de 2012

19ª Supertaça para o F. C. Porto, com golo de estreia à Jackson…!


Qual filme normal, há sempre um artista que nunca morre nas fitas de cinema; e mais até quando marca um momento especial, tem sempre um final feliz. Então, nas imagens que passam diante dos olhos apaixonados, para ser mesmo filme a sério o artista acaba a beijar a gaja, no fim…


É o que aconteceu na noite deste sábado, no filme do jogo da final da Supertaça nacional, culminando com Jackson Martinez - que, afinal se estreou (como antevimos no artigo anterior) e em grande, mediante um golo cheio de oportunidade, sobre o final do jogo. Com aquela bola cabeceada para golo, acabada por entrar e se envolver no véu da noiva... das redes da baliza. Dando largas, por fim, a tomar o gosto à medalha, levada aos lábios... na avaliação.


Conseguido que foi o mais importante, como é sempre a vitória, começa bem mais esta nova época futebolística. Assim, o F.C. Porto conquistou a sua 19.ª Supertaça de Portugal em 34 edições da prova. Algo que os outros clubes todos juntos não conseguem, nem chegam sequer para alcançar tal soma dos Dragões. Acrescendo que o Clube azul e branco venceu o mesmo troféu pela quarta vez consecutiva. Somando mais o facto desta Supertaça Cândido de Oliveira ser, para já, o 72º trofeu oficial conquistado pelo F. C. Porto, dos que são reconhecidos pelas instâncias desportivas de pleno direito, quanto a títulos de futebol sénior.


Deste modo feliz, a taça segue para o Estádio do Dragão graças a um golo em cima dos 90 minutos de “Cha-Cha-Cha” Martínez, que então marcou na estreia oficial com a camisola dos Dragões, através dum belo golpe de cabeça.


Jackson Martinez, o bem sucedido autor do golo do encontro e que valeu a vitória do F. C. Porto, referiu à comunicação social: «Estava difícil ganhar à Académica. Sabíamos que é uma equipa que corre os 90 minutos. Tentaram jogar bom futebol e com isso complicaram, mas no fim conseguimos vencer, que foi o mais importante. Agora é desfrutar primeiro e pensar que há que continuar a trabalhar. Há coisas melhores para vir. O campeonato vai ser muito mais forte».


Eis assim que a Supertaça fica com o F. C. Porto e as medalhas respetivas ao peito dos Dragões!



Armando Pinto

8 comentários:

  1. Esta já cá canta! Esperemos que seja a primeira de outras taças, de outros troféus a conquistar na época que se inicía. O futuro faz-se "fazendo" e bem. É essa a norma no FC Porto.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Sem brilho, mas com justiça, conquistamos a 19ª Supertaça, 4ª consecutiva, um feito inédito. Nesta altura, sem alguns jogadores e com o mercado aberto, com tudo o que isso significa, o mais importante é ir ganhando. As próximas semanas dirão muito do que será o Porto em 2012/2013...

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Bom dia,

    Ontem não fizemos um jogo brilhante e conseguido.

    Tivemos a capacidade de controlar o adversário, que apenas teve bola junto da nossa área nos minutos finais do primeiro tempo, e que nada vez em termos atacantes, remetendo-se a defender atrás da linha da bola.

    Dominamos o adversário sem contudo ser objectivos. O nosso trio de meio campo mostrou-se muito estático e sem ideias. James ia tentando encontrar espaços,e Atsu tentava desequilibrar sem sucesso.

    Desta forma Jackson era obrigado a sair da área e procurar jogo sem sucesso, pois apesar de ter boa técnica e combinar bem, pela sua fisionomia não tem capacidade de explosão para a baliza.

    Continuo sem perceber VP que coloca Lucho demasiado adiantado no miolo. Lucho é uma mais valia a partir uns metros à frente de Fernando e a construir e lançar longo.

    Miguel Lopes ontem não foi o lateral que precisávamos, não deu profundidade ao corredor e quando deu resultou em golo. Tem de ganhar confiança e assumir o corredor.

    Maicon, Otamendi e Helton foram seguros e tiveram bem.

    Mangala na minha opinião foi o melhor em campo. Tinha Marinho pela frente e marcou-o bem, dobrou muitas vezes ao meio e ainda atacou.

    A partir da entrada de Moutinho, a equipa ganhou mais ritmo e dinâmica e o golo surgiu justamente, pois não merecíamos o prolongamento.

    Foi bonita a festa da família Portista nas bancadas e o fairplay dentro e fora de campo.

    Foi o 72º. titulo para o melhor clube português, aqui e além mar.

    Abraço e bom domingo

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Boas,
    E porque as finais são para se ganhar, o FC Porto ganhou mais uma e com ela mais um troféu. Foi o primeiro jogo da época, foi mais uma vitória e mais uma
    Taça, a 19ª da colecção portista e a quarta consecutiva. Tendo em conta que estamos no início da época, até não foi um mau jogo de futebol, lá mais para
    a frente há-de ser melhor. Foi o jogo de estreia de Jackson – estreia em jogos oficiais, estreia a marcar e estreia a vencer títulos em Portugal. E que
    dizer mais? Mais uma vez o FC Porto entra a ganhar na época, o que é importante para motivar a malta para o início de campeonato que não se adivinha que
    seja competição fácil.

    Cumprimentos

    Ana Andrade

    www.portistaacemporcento.blogspot.com
    www.artigosonlineanaandrade.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Um líder que é um papa-títulos

    FC Porto, 72 títulos no futebol sénior. Pinto da Costa, 56. Helton, 5.ª Supertaça em oito participações. Os números são avassaladores e confirmam uma hegemonia azul e branca desde que Jorge Nuno Pinto da Costa se sentou na sua cadeira de sonho, já lá vão 30 anos e três meses. Seria disto que falava o líder do FCPorto e criador dos dragões quando diz que largos dias têm cem anos? Bem, a verdade é que para os adeptos portistas o festim continua e com mais este título o FC Porto ganha mais distância sobre o velho rival Benfica (72-70).
    Convenhamos, a Supertaça que um dia FC Porto e Boavista decidiram criar num verão modorrento deu um “empurrãozinho” neste campeonato dos títulos: os dragões já conquistaram 19 das 34 Supertaças e, em Aveiro, consumaram o primeiro tetra da história da competição. É uma maioria absoluta que faz parecer ainda mais estranho o facto de o FC Porto ainda não ter conquistado a Taça da Liga.

    ResponderEliminar
  6. Amigo Portista:
    Agradecendo o seu comentário, permita-me um pequeno ajuste:
    A soma e diferença quanto a títulos não é de 72-70 mas sim 72-69. Eles, os benfiquistas e a Bolha e o Rascord é que aparecem por vezes com essa contabilidade, incluindo a tal taça latina que não é considerada oficial.
    Portanto a contabilidade atual é com vantagem do FCP de três títulos mais - embora o F. C. Porto ainda tenha uma Taça Cândido de Oliveira que não tem sido incluída (pois foi uma prova oficial, curiosamente com o nome da atual Supertaça, muitos anos antes,a qual, Taça, o FCP venceu em 1960, sobre o Belenenses - como já historiamos aqui, num artigo que publicamos neste nosso blogue há dias atrás).

    ResponderEliminar
  7. Caro Armando:
    Se o amigo me permite, aqui vai um link do meu post (que o Armando conhece) em "Bibó Porto" para o amigo "Portista". Um conselho para ele: não se fie em fontes não fidedignas como sejam os pasquins de Lisboa.

    http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/2012/08/a-vantagem-ampliou-se-fcp-72-versus-69.html

    ResponderEliminar