sábado, 1 de setembro de 2012

Memórias de Peito Ilustre Portista, na calha do Olhanense-F. C. Porto e da permanência de Hulk e Moutinho!


É já hoje que o F.C. PORTO entra em cena frente ao Olhanense, numa aguardada récita ao começo da noite deste sábado primeiro de Setembro. 

Tem esse jogo de futebol disputado no Algarve mais atrativo por estar em campo o Campeão Nacional. Mas também por na equipa Portista continuarem Hulk e João Moutinho, dois apreciados valores que os adversários tanto gostavam de ver sem a camisola azul e branca. Entre os futebolistas Dragões que vão continuar juntos a espalhar magia no campeonato nacional e a defenderem os símbolos do Clube Invicto.


Louvemos estes nossos representantes, que quiseram manter-se com a camisola do F. C. Porto, como homens dignos sucessores de nossos ilustres das gerações antecedentes, dos nossos maiores, de sempre.


Com tais sucessos bem presentes, na calha de mais uma ida ao extremo sul do país para defrontar o Olhanense, vem a talhe um avivar de memória sobre as deslocações até ao reduto do clube rubro-negro algarvio, tomando um jogo como exemplo, dentre os possíveis.


Nesta devoção de evocar tão grande e variada riqueza como é a Memória do F. C. Porto, vem ao caso, então, um jogo disputado ao começo do Outono de 1948, em cuja tarde domingueira de bola (outros tempos…) o F. C. Porto triunfou à justa, com dois golos marcados contra um sofrido. Curiosamente numa volta dada ao marcador, após os anfitriões terem estado a vencer desde o meio da 1ª parte, ripostando os homens das camisolas listadas de azul e branco, através de um golo de Sanfins ao começo da 2ª parte e outro de Araújo quase ao expirar da contenda. Valendo, para o caso, o bom desempenho desses e dos restantes intérpretes da simbologia alvi-anil. Dos quais, para constar, há que referir que por motivos particulares (...) se verificaram algumas mexidas na constituição da linha apresentada, na ocasião. Como foi o caso dum castigo federativo pouco ou nada justo que levou a alterações no setor defensivo, mas nem isso obstou a um bom resultado.

No entanto, para se aquilatar de certas situações que por vezes levam a confusões, repare-se no que foi publicado na revista Stadium, onde, numa página de “mosaicos nortenhos”, era “gozada” determinada troca de apelidos, conforme foi publicado então na comunicação… como se pode ver no recorte que respigamos, para aqui.


Da mesma publicação da Stadium, de 13 de Outubro de 1948, além deste retalho de reportagem, ficam (mais acima) as imagens de ilustração de tal contenda, cujos clichés exprimem algo da realidade desse tempo de antanho eternamente presente, como tudo o que fica sempre que o Porto ganha! 

© Armando Pinto 

»»» Clicar sobre as imagens, para ampliar ««« 

Nota: De anterior artigo sobre parcelas históricas dos embates entre o F. C. Porto e o Olhanense, recorde-se o que publicamos no nosso anterior blogue ("Lôngara...") e aí continua em arquivo: 

== clicar sobre este link, para aceder diretamente == 

A. P.

4 comentários:

  1. Boa tarde,

    O mercado fechou (excepto em França e Rússia), Moutinho e Hulk, pedras basilares da equipa permaneceram, e é este o plantel que VP tem à sua disposição para nos levar à conquista do Tri e bem longe na Champions.

    Espero que Hulk e Moutinho tenham permanecido de alma e coração no clube, e que nos ajudem na conquista dos ambicionados títulos.

    Uma palavra para o nosso Sapunaru, atleta que merecia permanecer junto de nós, mas que partiu para o Saragoça. Resta-nos agradecer-lhe tudo o que deu de Dragão ao peito e desejar-lhe sucesso.
    Quanto à partida de hoje, depois da excelente exibição diante do Vitória de Guimarães, o FC Porto vai ao Algarve defrontar a Olhanense, uma equipa orientada pelo nosso Sérgio Conceição, que efectuou sob o seu comando um excelente término da época 2011/2012, e que tem surpreendido no início, tendo já uma vitória em casa e um empate no difícil reduto dos Estudantes de Coimbra.
    Trata-se de uma Olhanense moralizada, que tem como principais características, as que Sérgio tinha en
    quanto jogador: Garra e Empenho do primeiro ao último minuto.
    O FC Porto tem assim uma prova de fogo no Algarve, depois do jogo que muitos consideram ter sido o melhor desde que VP sentou o "cú no mocho".
    Há que manter a atitude e empenho diante da Olhanense, respeitando o adversário, e lutando desde o apito inicial pela vitória.
    Há que manter a mesma dinâmica e mobilidade, fazer circular a bola e não correr com ela.
    Se o nosso trio de meio-campo funcionar e se a nossa defesa se pautar pelas exibições recentes, iremos conquistar a vitória com maior ou menor dificuldade.

    Bom fim de semana

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Espero que os jogadores do FC Porto não acusem no jogo de logo à noite efeitos colaterais negativos da turbulenta fase do leilão que ontem terminou. Sem concentração e perante uma noite inspirada da equipa de Sérgio Conceição, corremos o risco de sofrer novo dissabor.

    Mas eu estou confiante.

    Bom fim de semana.

    Remígio Costa.

    ResponderEliminar
  3. Deu sorte mais uma vez. Quando vi o post do histórico dos Porto-Olhão e o título da revista antiga fiquei com confiança e assim foi. Valeu já o resultado ter ficado o Hulk e o Moutinho e os restantes mais animados e com a cabeça no Porto.

    ResponderEliminar
  4. Vitória importante diante dum adversário difícil, superando o Olhanense e somando mais pontos, relacionado aos jogo da época passada (pois, relativamente a uma derrota e um empate antes, desta feita foi empate em Barcelos e vitória de agora).
    Uma resposta afirmativa ao momento presente, superando as dificuldades derivadas no tardio fecho do mercado e preparação a conta-gotas da maioria dos internacionais. Com o que se passou neste jogo já conta a permanência de Hulk, Moutinho e demais. Tal qual, apesar de tudo, o treinador mostrou que não é o que se pinta por muito lado, pois soube mexer na equipa, para melhor. Aliás, no que se tem lido entre gente Portista, anda muito comentário na internet que mais parece de adversários, a meter veneno, ou pelo menos a parecer, porque assim dão ideia de não terem gostado da vitória do F C Porto. Ora,pese os momentos menos bons do início e fim do jogo, cujos erros e receios deverão ser bem atacados, gostei na generalidade do empenho e da exibição, bem como especialmente do resultado, que nos dá um domingo com boa disposição e um futuro auspicioso.

    ResponderEliminar