Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

segunda-feira, 25 de março de 2013

100 Anos da A. F. Porto

 

Estando a decorrer o programa comemorativo dos 100 anos da Associação de Futebol de Porto, instituição criada em 1912, tem lugar esta noite de segunda-feira anterior à Páscoa de 2013 a festiva Gala do Centenário da AFP - acontecimento até merecedor de destaque com transmissão televisiva em "direto" no Porto Canal. 

Tendo o F. C. Porto sido o principal obreiro da respetiva existência da mesma, que é a maior Associação de futebol em Portugal, e especialmente um dos dois clubes pioneiros da sua fundação, junto com o vizinho matosinhense co-fundador, irá no alinhamento da sessão solene, esta noite, haver justas homenagens aos fundadores, através de medalhas de ouro atribuídas ao F. C. Porto e ao Leixões; bem como distinções associativas a gradas figuras do universo futebolístico portuense, nomeadamente ao atual Presidente da Direção do F C Porto, Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa, como Presidente do século; e, além de mais agentes desportivos de outros clubes, também a mais prestigiados nomes do F. C. Porto, como José Maria Pedroto e Dr. Pôncio Monteiro, a título póstumo; mais o Presidente da Assembleia Geral do F. C. Porto Dr. Srdoeira Pinto, como antigo Presidente da Associação de Futebol do Porto; e, extensivo tal reconhecimento, também aos ex-futebolistas João Pinto e Vitor Baía, tal como a Artur Jorge e Villas-Boas como treinadores vencedores no F. C. Porto. 

 

Atendendo a toda a retaguarda histórica subjacente, associamo-nos ao ato com vislumbres recordatórios alusivos às descrições da fundação.

 

Armando Pinto 

===» Clicar sobre as digitalizações, para ampliar «===

3 comentários:

  1. Vi a reportagem com muito interesse e gostei de quase tudo, só que também faltou igual homenagem da AFP ao bota de ouro Fernando Gomes.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  3. A um anónimo (ou serão até mais que um), que já enviou e/ou enviaram diversas mensagens, a propósito deste artigo sobre a gala comemorativa da AFP, sem ter coragem ou sinceridade de se identificar:

    É escusado envio de mensagens assim, pois não serão publicadas. Se é verdade que esteve presente, o autor pelo menos duma das mensagens, e vem com essa cobardia, percebendo-se bem que é adepto dum clube dos do sistema, devia ter posto logo os pontos nos is e nem devia ter ido sequer... ou então mente com quanto dentes tem.

    ResponderEliminar