quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Revista “Dragões” do mês de Julho / 2014


Cá temos mais um número da revista oficial do F C Porto, a Dragões, na respetiva edição correspondente ao mês de Julho, chegada ao público nos primeiros dias de Agosto e que obtivemos a gosto, mais uma vez. Desta feita dedicada principalmente à ideia que mais se destaca presentemente na vivência portista, como é a renovação do plantel do futebol principal do F C Porto. Perante a noção real, como acontece no pensamento coletivo, que este ano isto promete…!

Ora tal número da “Dragões”, além da referida abordagem à revitalização da equipa do futebol sénior, volta a ter algum espaço a puxar pela memória azul e branca, no sentido que cada vez se dá mais importância ao fator histórico, notando-se maior apreço em relembrar factos identificativos de conquistas marcantes. Por quanto a identidade memorial conta muito no fortalecimento da mística portista. Tanto tudo o mais que está impresso, ao correr das páginas desta publicação em apreço, traduz algo da realidade alvi-anil, ficando contudo sempre a saber a pouco para o muito que gostamos de ver e sentir sobre o nosso F C Porto.

Assim sendo, registamos a publicação deste número saído neste verão de 2014, com aspeto gráfico mais convincente que o tempo estival dos dias que correm. Como que a comungar do desejo comum: Venham daí bons ventos, numa nova aragem - que dê gosto ver o F C Porto jogar e ganhar!


Armando Pinto        
                                   

((( Clicar sobre as imagens das páginas digitalizadas, para ampliar )))

1 comentário:

  1. Pelo que se pode deduzir das iniciativas e fatos ocorridos desde a chegada de Julen Lopetegui ao Clube, está a restaurar-se por dentro o grande Futebol Clube do Porto que conhecíamos e estávamos afeitos. Julgo não ser excesso de faciosismo esperar que o trabalho que está a ser desenvolvido produzirá consequências muito positivas na carreira do Clube. Estou sinceramente muito otimista pelo que já pude verificar e pelo modo como o trabalho está a ser liderado e pela personalidade do principal responsável.

    Que não falte aquela estrelinha da sorte que sempre brilha quando o trabalho deve ser premiado.

    DRAGÃO, SEMPRE!

    ResponderEliminar