Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

domingo, 4 de janeiro de 2015

Azul e Branco Vivo em Aljustrel !


Costuma dizer-se com propriedade que o Porto é uma Nação. Sendo na verdade um mundo à parte, por quanto representa para significativa percentagem de gente ciosa de seus valores. Além do próprio nome ser o maior embaixador do país, através do Porto, vinho do Porto, o Port Wine em expansão linguística, também chega longe por meio do clube desportivo que tem sido o mais representativo na Liga dos Campeões, pela Europa, e no mundo com a dupla conquista entretanto alcançada da Taça Intercontinental, em futebol de alto nível. Tal como cantou o poeta da alma do povo, Pedro Homem de Melo, afirmando: “Porto – palavra exata, nunca ilude, renasce nela a ala dos Namorados…”!

Chega também longe, bem cá dentro, no interior ao sul do país, o F C Porto. Cada vez se afirmando mais como um clube nacional e internacional de grande expansão humana. Sem ser preciso inventar números fictícios, mas olhando à realidade. A pontos que há já adeptos adversários com receio, ao verem fugir debaixo de seu nariz um lenço que seja e que antes amarravam apenas como seu, de sua região.


Longe da cidade Invicta, onde se ergue o estádio e estruturas do clube Dragão, e por entre os muitos adeptos e núcleos familiares unidos em torno do emblemático teor azul e branco, existe um bom grupo de Portistas em Aljustrel, na linda região conhecida pelas minas de seu nome, como ficamos agora a conhecer melhor derivado ao programa Azul e Branco que foi dedicado a essa realidade no Porto Canal. Um filão a explorar no mundo Portista mais ao sul, de complemento à família Portista espalhada desde o Minho ao Algarve, passando pelos arquipélagos da Madeira e Açores, até aos confins do mundo.


Desse programa, inicialmente transmitido pelo canal televisivo do Porto na noite de fim de ano e entretanto repetido por diversas vezes, já, tamanha tem sido a sua repercussão, postamos aqui também o filme respetivo, encimando este artigo com um vislumbre da torre do complexo das minas, bem como se ilustra mais o tema com outra imagem representativa, do moinho representativo local, por sinal até de cores apropriadas e, retirado do vídeo televisivo, também ainda um aspeto visual da reportada visita dos bons Portistas de Aljustrel ao estádio do Dragão. 

No seguimento de anterior artigo sobre o Cante Alentejano: Eis aqui, assim, a mais recente reportagem respetiva - clicando no link seguinte:


Armando Pinto

2 comentários:

  1. Amigo Armando Pinto, estamos a crescer sustentadamente, e hoje somos abordados não como meia dúzia mas como o grupo de portistas com dinâmicos e com adesão de muita alta nova.

    Somos SEMPRE PORTO, Sempre PORTUGAL

    ResponderEliminar
  2. É bom sabermos destas coisas, porque os canais de tv do regime não as passam, fazem tudo para esconder o que há e só mostram dos clubes deles. Parabéns aos Portistas de Aljustrel, terra quer antes eu confundia com a de perto de Fátima, e agora vejo que a do Alentejo tem gente muito boa. Somos todos Portugal e Portistas.

    ResponderEliminar