Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

domingo, 17 de abril de 2016

(Re)Eleição do Presidente do F C Porto Jorge Nuno Pinto da Costa / 1982-2016


Passa hoje o dia 17 de abril de 2016, domingo em que acontece mais um ato eleitoral do F C Porto, para eleição do Presidente da Direção do F C Porto. Data que em 1982 ocorreu ao sábado, quando Jorge Nuno Pinto da Costa foi pela primeira vez eleito para a Presidência Portista.


Estava um sábado de semblante algo sombrio no ambiente, a 17 de Abril de 1982, diferente assim do ânimo esperançoso pessoal, quando naquele distante dia da primavera de 1982 o autor destas linhas foi propositadamente ao Porto e demandou o pavilhão de treinos das Antas, para votar em Pinto da Costa. Estando nessa tarde o ambiente da cidadela desportiva das Antas a respirar um ar já de fé, vertendo pelo meio desejos de mudanças, quer em melhorias no seio do F. C. do Porto (conforme se escrevia à época), como ainda também na parte associativa, pois que então as mulheres ainda não podiam votar nas eleições do clube, por exemplo, como se ouvia pelo meio de conversas, entre aspetos em que o verão de anos antes era lembrado. Entremeado com frases de ordem do dia, na promessa da devolução do clube aos sócios e reforço do dragão adormecido.


Estamos agora neste domingo de 2016, na calha do dia 17 de abril, passados tantos anos, data em que atualmente o mês até já é escrito com letra pequena, perante a atual ortografia oficial portuguesa. Tendo de permeio acontecido muita coisa, com o FC Porto (conforme se está a escrever agora) transformado no Dragão que até já conquistou títulos europeus e mundiais, embora naturalmente com momentos diversos de altos e baixos, como se passa com tudo na vida. Dia este que agora, em 2016, volta a ser de nova reeleição para novo mandato do Presidente Pinto da Costa.


Na oportunidade, em que voltamos a ir ao Porto para voltar a votar no Presidente que durante estes anos dirigiu o F C Porto a pontos de nos ter proporcionado já tantas alegrias, recordamos a efeméride de há 34 anos, com algumas imagens relacionadas, quer da própria eleição e mesmo de algumas recordações guardadas - como do calendário e dum panfleto da época em que Pinto da Costa concorreu pela Lista B (já que uma A desistira entretanto da eleição para presidente e concorria apenas ao Conselho Superior do clube, como ao tempo acontecia).

O currículo de serviço portista de Jorge Nuno Pinto da Costa fala por si e por nós. O futuro a Deus pertence! 


Armando Pinto

((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

10 comentários:

  1. Felizmente os estatutos mudaram e já nem existe a categoria de "Senhora". E ao fim de 30 anos de filiação do clube, vou poder votar. Finalmente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estatutos mudaram em relação aos sócios "auxiliares" (propostos por outros sócios) que não podiam votar... e não por ser senhora! Conheço muitas senhoras que já votaram noutras eleições.

      Eliminar
    2. Isto no que se refere a recentes alterações, evidentementre. Mas nos anos oitentas, até à primeira eleição de Pinto da Costa, havia a categoria de Senhoras, conforme se pode confirmar pelos estatutos desse tempo. E só após alteração, ainda nessa década, é que deixou de haver a categoria diferenciada de senhoras. Logo que eu possa vou fazer um artigo aqui sobre isso.
      Armando Pinto

      Eliminar
  2. O FC Porto é um clube único e há-de voltar a ser vencedor com Pinto da Costa!
    Grande texto e grande portista.
    O Porto é nosso!

    ResponderEliminar
  3. Vemos na televisão (só não deu no Porto canal e tivemos de ver na Sic Notícias) e lemos no site dO Jogo:

    Presidente do FC Porto, Pinto da Costa, recuperou as palavras da primeira reunião de direção que teve, há 34 anos, e garante que "petardos, mentiras e calúnias" não o farão recuar.

    No jantar com as delegações do FC Porto, Pinto da Costa discursou, lembrando as palavras que proferiu na primeira reunião de direção que teve enquanto presidente dos dragões, em 1982.
    "Quando fui eleito presidente do FC Porto não fiz nenhuma promessa. Disse que ia apenas trabalhar pelo FC Porto. E que gostaria de fazer muitas coisas que fiz com a ajuda de todos. Com a ajuda da minha direção, das casas do FC Porto e dos adeptos. Foi sempre neles que me apoiei. Aquilo que disse na primeira reunião de direção, faz agora dentro de dias 34 anos, foi que enquanto me sentisse com vontade, com ambição para o FC Porto e verificasse que os sócios e os adeptos achassem que eu mantinha capacidade para liderar o clube, eu seria presidente, até ao dia em que tomasse qualquer medida contra a minha consciência ou com medo de qualquer represália", começou por referir o presidente do clube azul e branco, garantindo depois que "petardos, mentiras e calúnias" não o farão "recuar e ter medo":
    "Estou aqui para voltar a dizer o que disse nesse dia. E não são petardos deitados à porta dos meus vizinhos por engano nem são mentiras e calúnias que me fazem recuar ou ter medo do que quer que seja", afirmou.
    Quanto ao caso dos petardos, Pinto da Costa explicou a situação:
    "Quando estava a ver o Real Madrid jogar na Alemanha com o Wolfsburgo, tocou à porta um indivíduo que queria falar comigo, na habitação ao lado, a dizer que tinha ouvido petardos. Eu respondi 'petardos? Só se o Estado Islâmico está a atuar na Avenida da Boavista'. 'Disseram-me que se calhar era para si, para meter medo', respondeu-me. Eu não tenho medo de petardos, até acho piada. Mas isto é muito fácil: temos eleições no dia 17, quem faz isso pensa que me assusta".
    "Estou muito feliz com este final do meu mandato, que neste sábado terminou da melhor maneira. Terminou com um bom prenúncio: com a vitória, por 6-1, no hóquei em patins diante do Barcelos, vencendo o clube da Luz, no Dragão Caixa, em andebol; e no pavilhão da Luz o clube da casa, em basquetebol. Depois destas vitórias o meu maior consolo, satisfação e enorme orgulho é saber que todos vocês vieram aqui para dizer para eu não ter medo. E não terei medo".

    ResponderEliminar
  4. Desconhecia esse facto. A partir de que ano as mulheres passaram a ter direito a votar?

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os estatutos foram alterados em Março de 2015.

      Eliminar
  5. Sobre esse caso do voto das senhoras associadas: Houve uma alteração inicial pouco tempo depois, não me recordo bem se em 1983 ou depois, numa Assembleia Geral (é questão de logo que possível consultar literatura própria), tendo então passado a haver essa possibilidade. Que depois, no decorrer dos anos, teve ainda atualizações, até que as categorias de sócios pagantes ficaram apenas em efetivos e auxiliares, além das outras.
    Armando Pinto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então passaram a poder votar algures nos anos 80?

      Eliminar
    2. Exato. Quando tiver oportunidade de pesquisar o assunto, colocarei essa referência.
      Armando Pinto

      Eliminar