sábado, 14 de maio de 2016

Histórias de primeiras vezes e marcas especiais no F C Porto


Mais uma curiosidade histórica fica na memória do mundo portista, ao findar o campeonato português da 1ª Liga desta época de 2015/16, a meio de Maio de 2016.

Ainda não acabada a época futebolística para o FC Porto, pois resta disputar na próxima semana, no Jamor, a final da Taça de Portugal com o Braga, a equipa do F C Porto encerrou a participação no campeonato com um golo desejado há já algum tempo pelos apoiantes portistas. Tendo sido então, na disputa do último jogo da prova e no estádio do Dragão, frente ao Boavista, já também com tal dérbi portuense quase no fim, que finalmente a bola entrou na baliza através do jovem André Silva. O goleador que nesta mesma época foi o melhor da 2ª Liga, jogando pela equipa FC Porto B e entretanto entrou na equipa A do F C Porto. Sendo dele o golo que selou o resultado em 4-0 a favor do F C Porto perante o rival axadrezado. Então, ao minuto 88, após passe de Brahimi, André Silva contornou o guarda-redes boavisteiro Mika e, de pé esquerdo, atirou para o fundo da baliza. Estava feito o quarto golo do encontro disputado primeiramente na manhã de sábado, enquanto o dianteiro azul e branco concretizava o sonho de marcar pela primeira vez pela equipa principal. E houve mais alegria e satisfação nos corações portistas.


Foi este um jogo recheado de golos, no encerramento, com nota de destaque para a boa exibição de André Silva, culminada ao apontar o golo de estreia como marcador na equipa principal, a somar aos golos de Danilo, Layún e Brahimi que valeram mais três pontos aos Dragões na última jornada da Liga NOS. Qual goleada para asiáticos verem, na realização do jogo em horário pensado para transmissões destinadas ao fuso asiático. Acontecendo assim pela primeira vez um jogo em horas de manhã portuguesa a contar para o campeonato português da Primeira Liga.

Perante este cenário, o F C Porto fica como clube anfitrião do primeiro jogo madrugador do campeonato da Liga principal em solo nacional, com vitória por 4-0 frente ao vizinho Boavista. Tal como em 1928, a 28 de Julho, houve no campo da Constituição o primeiro jogo noturno, em prélio então empatado com o Salgueiros a dois golos para cada lado. Assim como o F C Porto foi o primeiro vencedor do primeiro Campeonato de Portugal, em 1921/22; e também do primeiro Campeonato da Liga em 1934/35, bem como, no decorrer dos anos, alcançando palmarés que o tornou F C Porto campeão nacional, europeu e mundial, como se sabe, obteve este ano outro título singular, como foi e é, através da equipa F C Porto B, com a conquista do título de Campeão Nacional de 2015/2016 da 2ª Liga. Sendo assim o único clube português que conseguiu vencer os dois principais campeonatos do futebol português.

Junta então o F C Porto mais curiosidades ao muito que já consta do historial portista e torna o F C Porto  um Clube Especial, detentor de feitos e com factos especiais. Tais como, recordando algo da primazia portista:

- O FC Porto é considerado, no século XXI, segundo o “Club World Ranking (21st Century)” do Oosterpark Rankings, o maior clube português, o 6º da Europa e o 7º do Mundo.
- O FC Porto foi considerado segundo a Classificação Mundial de Clubes da IFFHS desde 1991, o maior clube português, o 7º da Europa e o 12º do Mundo;
- O FC Porto foi considerado, segundo o “Worldwide Historical Clubs Ranking” do brasileiro Marcelo Leme de Arruda, o maior clube português, o 10º da Europa e o 12º do Mundo;
- O FC Porto foi e está a ser sucessivamente considerado pela CNN um dos melhores clubes  da atualidade, chegando a atingir o quarto lugar, sendo o único clube português a figurar nesta lista.
- O FC Porto é o clube mais titulado da Europa desde 1974/75 (primeira época pós-Revolução Democrática do “25 de Abril”, período que coincide com o grande crescimento do clube, iniciando a sua hegemonia em Portugal e o seu surgimento na elite internacional). Entre campeonatos, taças, supertaças e troféus internacionais, os portistas solidificaram uma hegemonia não muito comum, à escala nacional e internacional, entre os clubes dos países com mais história no futebol europeu. 
- O FC Porto, no que respeita exclusivamente às provas internacionais durante mesmo período desde 1974/75, foi o único clube português a ter conquistado títulos internacionais (7). 
- O FC Porto é o clube português com mais títulos internacionais, o 3º da Península Ibérica e o 8º da Europa;
- O FC Porto é o único clube Português que, na praia de Ipanema no Rio de Janeiro, tem 3 Bandeiras em exposição. Esta situação é bem elucidativa do prestígio e da universalidade do clube. Nesta praia de 6kms desta enorme cidade encontram-se as bandeiras dos clubes mais famosos do mundo.
- O FC Porto era o único clube português no extinto G-14, o grupo dos clubes mais poderosos da Europa, sendo também o único representante de Portugal entre os 16 fundadores da Associação Europeia de Clubes (ECA), criada após a extinção do G-14.
- O FC Porto tem, em Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa, o presidente mais titulado de todos os clubes do Mundo. A grande distância encontram-se os míticos Santiago Bernabéu do Real Madrid e Josep Luíz Nuñez do FC Barcelona.
- O FC Porto é o clube português com mais botas de ouro conquistadas (3): Fernando Gomes 2 e Mário Jardel 1.
- O FC Porto é o clube português com mais participações em competições internacionais oficiais.
- O FC Porto é o clube com mais participações na Liga dos Campeões da Europa, falhando apenas nas épocas 1994/95, mais na de 2002/03, quando venceu a Taça UEFA, e na época de 2010/11, em que venceu a Liga Europa.
- O F C Porto é o único clube português que venceu a mais importante competição europeia de futebol nas duas versões, quer a Taça dos Campeões Europeus, em 1987, como a sucessora Liga dos Campeões (Champions League), em 2004.
- O FC Porto é o clube Português que mais tem contribuído para o Ranking da UEFA.
- O FC Porto foi pioneiro também na internacionalização: foi o primeiro clube português a receber um conjunto estrangeiro (o Real Fortuna de Vigo, em 1907) e o primeiro clube português a deslocar-se ao estrangeiro (a Vigo, em 1908)
- O FC Porto foi o primeiro clube a vencer o pioneiro Campeonato de Portugal em 1921/22 e também o Campeonato Nacional da Liga em 1934/35.


- O F C Porto teve na sua equipa o primeiro guarda-redes de futebol a vencer em seu tempo os mais importantes trofeus de reconhecimento da imprensa nacional, como foi a Baliza de Prata em 1963/64 e o Prémio da Regularidade em 1967/1968 conquistados por Américo.
- O FC Porto formou nos seus quadros futebolísticos uma das maiores referências da história do futebol português, Vítor Baía. Enquanto jogador, Baía foi aquele que mais títulos conquistou na história do futebol mundial, somando 33 títulos.
- O FC Porto tem atualmente, segundo dados oficiais, cerca de 110.000 sócios (vivos e com situação regularizada), sendo assim um dos 5 clubes do Mundo com mais sócios.
- O FC Porto, em 2004, segundo um estudo realizado pela FutureBrand, uma empresa americana especializada em consultoria de marcas, foi considerado a marca mais valiosa do futebol português. O estudo teve em conta fatores como: o valor das marcas, a lealdade dos adeptos, a capacidade de conseguir aumentar a venda de bilhetes para os jogos e o valor financeiro do clube. Neste estudo de marcas europeias, o FC Porto ocupou a primeira posição em Portugal e a 21ª na Europa.
- O FC Porto e o Liverpool foram os únicos clubes no mundo a ganhar em dois anos consecutivos as duas competições europeias mais importantes: a Taça UEFA e a Liga dos Campeões.
- O FC Porto, o Ajax, a Juventus e o FC Barcelona foram os únicos Clubes no Mundo que ganharam as três competições internacionais no mesmo ano (Liga dos Campeões, Supertaça Europeia e Taça Intercontinental), o Famoso Triplete Internacional.
- O FC Porto, no ano de 1987, foi super-campeão da Europa ao vencer o Ajax de Amesterdão na Supertaça Europeia por duas vezes pela marca de 1-0.
- O FC Porto é o único clube português finalista de todas as competições da UEFA e FIFA: Liga dos Campeões, Taça dos Vencedores das Taças, Supertaça Europeia, Taça UEFA e Taça Intercontinental.
- O FC Porto é o único clube português bi-campeão mundial de clubes (1987 e 2004).
- O FC Porto é o único clube português que venceu a Taça UEFA e a sucessora Liga Europa.
- O FC Porto é o único clube português que venceu a Supertaça Europeia.
- O FC Porto foi considerado pela UEFA a equipa do ano nos anos de 2003 e 2004, ao comando de José Mourinho, com estrelas como Deco, Ricardo Carvalho, Vítor Baía, Paulo Ferreira , Jorge Costa, etc.
- O FC Porto é o único clube português que teve nas suas fileiras um jogador que marcou em duas Finais Europeias consecutivas (Taça Uefa 2002/2003 e Liga dos Campeões Europeus 2003/2004). Esse jogador chamava-se Dimitry Alenitchev.
- O FC Porto teve em Artur Jorge e José Mourinho, os únicos dois treinadores Portugueses Campeões da Europa.
- Vítor Baía foi considerado pela UEFA o melhor guarda-redes do ano de 2004.
- O FC Porto é o único Clube Português representado na “Cápsula do Tempo” enterrada pela UEFA para comemorar o jubileu da entidade. Quando em 2054 em Nyon na Suíça a cápsula for desenterrada, lá estarão dois objetos dos Dragões: uma bola autografada pelo plantel que venceu a Liga dos Campeões em 2004 e um par de luvas autografado por Vítor Baía.
- Entretanto, com a conquista do Campeonato da 2ª Liga nacional de futebol profissional, o F C Porto passa também a ser o único clube português que conquistou os dois principais campeonatos portugueses, quer o da 1ª como da 2ª Liga, sendo o único que teve a sua equipa B também em 1º lugar do respetivo campeonato.
- E, por fim, no encerramento dos principais campeonatos de futebol em Portugal, o F C Porto é ainda o primeiro clube português a fazer no seu estádio um jogo de futebol para o campeonato maior em horário da manhã, com a realização no estádio do Dragão, a 14 de Maio de 2016, do dérbi portuense F C Porto-Boavista pelas 11, 45 h, conforme foi oficialmente decidido pela Liga Portuguesa (como primeira experiência para possível conquista de novos mercados, visando transmissões de jogos do futebol português, para países de horários muito diferentes dos normais, de jogos até agora em Portugal).


Post Scriptum:

Lemos depois uma interessante apreciação: «Com um golo da parte da manhã e três da parte de tarde o FC Porto venceu o Boavista por 4-0 na estreia de jogos com início matinal. Quatro golos que contribuem para aumentar a confiança da equipa que termina a época de hoje a oito no Jamor, na final da Taça de Portugal. No Dragão estiveram pouco mais de 26 mil pessoas, números que não deslustram num horário aproveitado por muitas famílias para trazer os mais novos ao estádio.»

Contudo, tem de haver bom senso, pensando em tudo. Para quem viver distante da cidade do Porto, neste caso, terá de madrugar e sair bem cedo de casa quando se quiser presenciar in loco jogos destes no estádio do Dragão. E com horários do género, os adeptos das equipas visitantes, pensando já também nos portistas que acompanhem a equipa do F C Porto em deslocações, terão até de ir para os locais dos jogos quase de véspera…

Quanto ao rescaldo da época, além do que é evidente ser necessário fazer para voltarem os bons tempos da era presidencial de Pinto da Costa e suas equipas diretivas de anos passados, há que haver outra força interior para as manobras exteriores de bastidores, vendo-se como o clube do regime passa impune em toda a linha que conseguiu montar e manter, a pontos de salvar a sua equipa B da descida mandando a culpa para os outros e corrompendo meio mundo para vencer o principal campeonato, enquanto consegue que outros sejam culpabilizados… Tem de haver então agressividade de investigação e denúncia, de todo o género dos roubos de igreja (com que o clube do regime consegue superiorizar-se, afinal), como antigamente se conseguiu fazer frente, ao passo que agora tem havido receio, após a inventona do tal apito que olvidou as escutas do orelhas e seus acólitos…. Falta outro Pedroto ao F C Porto, e mais homens à Porto devem fazer-se ouvir e sentir, em locais próprios e alturas apropriadas.E que os diretores do futebol portista, homens de maior visibilidade, sejam mais interventivos, como os antecessores chefes do  antigo departamento de futebol profissional, tipo Nuno Campos, Jorge Vieira, Alfredo Borges (que naqueles tempos do Estado Novo e mesmo na era de transição fizeram o que podiam... mas fizeram sentir bem sua existência), mais Jorge Nuno Pinto da Costa e Teles Roxo - como não se pode esquecer.

O F C Porto honremos, que o F C Porto nos contempla.

O F C Porto ama-se ou deixa-se!!!

Armando Pinto

((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

2 comentários:

  1. Orgulhemo-nos do que fomos, somos e trabalhemos com humildade para que o futuro não nos escape.
    Viva o FC Porto!

    ResponderEliminar
  2. Pedro Proença explicou o agendamento do FC Porto-Boavista, referente à última jornada da Liga, sábado, para as 11 h 45. O presidente da Liga justifica a decisão com o objetivo de alargar mercados, sobretudo na Ásia.
    «Queremos alargar mercados e a nossa entrada em destinos como a Ásia exige esta adaptação em termos de horários», disse o antigo árbitro, agradecendo a «colaboração dos clubes envolvidos nesta experiência».
    Em declarações ao site da Liga, Proença considerou que este pode passo importante em direção ao futuro: Já há algum tempo que a LEDMAN LigaPro (2ª Liga) tem jogos de manhã e estamos a dar este novo passo com a Liga NOS (1ª Liga). Estamos certos que se trata de um caminho correto, no sentido da internacionalização da nossa Liga e na busca de novos mercados, de modo a acrescentar valor às nossas equipas, aos nossos jogadores, aos nossos treinadores e aos nossos árbitros. É uma experiência importante para o passo em frente que queremos dar».
    «Duas das ligas europeias de referência, a Premier League e a La Liga, há muito que iniciaram esta aposta direcionada para os mercados asiáticos, com proveitos significativos em termos de retorno financeiro e valorização das respetivas marcas É esse caminho que, olhando sempre para a nossa realidade específica, pretendemos trilhar. Vamos, na próxima época, apostar em mais transmissões televisivas e na diversificação dos horários dos nossos jogos. A Liga NOS tem tudo para dar certo e para crescer ainda mais em qualidade e no retorno que poderá dar a patrocinadores e outros parceiros», concluiu o presidente da Liga.

    ResponderEliminar