Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Camisola do Equipamento Principal do FC Porto para 2018/2019


É já do conhecimento público a camisola do FC Porto, do equipamento principal que fica a vigorar oficialmente na temporada de 2017/2018.


Sinceramente gosto dessa mesma camisola principal portista, para a próxima época futebolística (sendo que nas outras modalidades pode haver diferenças de pormenores ou mesmo de características). Numa retoma histórica, voltando as duas listas largas da tradição mais duradoura dentro do clube. Tal como se nota que na vida do clube tem vindo a haver uma maior união de opiniões e vontades, na unidade que deve prevalecer. Como também dá nota a newsletter Dragões Diário, sobre o tema: « “Nascidos para vencer”. Foi com este lema que o FC Porto e a New Balance divulgaram ontem o equipamento principal que os Dragões vão vestir na próxima temporada. Como sempre desde 1909, é azul e branco às riscas. E é lindíssimo.»


Pode-se dizer o que se queira, conforme opiniões, sensibilidades ou até indiferenças, mas o que é bonito bem parece e o que tem direito de ser tem muita força. Como no caso da afeição e interligação, qual é a relação com algo afetivo, conforme temos para nós o que nos liga ao FC Porto, desde o emblema que começamos a ver em tudo o que nossos olhos pousavam nos nossos primeiros tempos de Portismo e nas camisolas que deliciavam nossos sentidos através dos cromos de jogadores colecionados ainda na infância e gravuras de jornais, onde apreciávamos o que se nos deparava referente ao clube do coração. Ficando para sempre na memória mais chegada as camisolas de duas listas que vimos vestidas por uns Pinga, Araújo, Hernâni, Virgílio; Pedroto, Arcanjo, Carlos Duarte, e outros que povoam o imaginário, mais tantos outros já do tempo de recordação do adepto que vai testemunhando a memória portista, como Pavão, Rolando, Pinto, Nóbrega, Jaime Silva, Valdemar Pacheco, Djalma, Atraca, Vítor Gomes, Festa, Luís Pinto, Sucena, Leopoldo, etc., etc. como ao longo dos tempos por tantos e tantos mais, até Cubillas, Fernando Gomes, Oliveira, Duda, Freitas, Seninho, Murça, Rodolfo, Teixeira, etc, etc, aos João Pinto, Madjer, Juary, Albertino, Eduardo Luís, etc, etc, mais Deco e Cª. Apesar da intromissão durante determinado período acontecida por formatos diversos, desde as risquinhas fininhas a tentar imitar tempos remotos, até à risca ao meio de tempos também muito distantes, que levou a algum receio que se continuasse essa tendência de voltar muito para trás, às tantas, ainda se iam voltar a ver camisolas de golas vermelhas como nos primórdios das balizas às costas. Mas felizmente o bom senso voltou, desde que a New Balance entrou no seio da indumentária portista. Porque, por mais que se diga, tal como em ocasiões especiais nunca parecerá mal alguém usar fato e gravata, também sempre que o FC Porto atua e aparece em público isso mesmo é facto distinto. Sendo como é a camisola principal uma imagem de marca. Por sinal até registada nos estatutos, desde há muitíssimos anos e ainda recentemente atualizada.


Assim, aqui registamos com muito apreço a atual camisola do F. C. do Porto, mesmo à Porto. Digna de um campeão como é o Futebol Clube do Porto, agora que até o Hino do FC Porto está outra vez atualizado.


Sobre o tema recorta-se para aqui uma caixa com que o jornal O Jogo refere o assunto, numa abordagem a complementar a parte mais usual da visão pública.


Como ilustração deitamos mão, no sentido anotador de concordância, a imagens oficiais do clube e da própria marca.


Armando Pinto
((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

2 comentários:

  1. Viva. Boa tarde.
    Deve ser colocada esta pergunta ao departamento comercial do clube, através de uma das lojas do FC Porto, ou a alguma das Casas Delegações do FCP também, pois há diversos preços conforme for ou não associado do clube ou duma casa, por exemplo. E mnesmo tamanhos, se é de adulto ou não, entre diversos casos.
    Este blogue é particular, simplesmente dum sócio e adepto portista, sem ligação direta ao clube, a não ser no plano afetivo pessoal.
    Saudações Portistas
    AP

    ResponderEliminar