Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Uma das antigas e interessantes participações do FC Porto na Europa do futebol… e um feito de Hélder Ernesto !


Quando o FC Porto entra em competição na alta-roda do futebol europeu vem sempre à memória as mais diversas apreciações e lembranças de anteriores participações portistas nas diversas provas de âmbito internacional e, no caso, mais particularmente da esfera da Europa. Num plano de comparação e também análise, entre outros parâmetros.

Ora, se desde há algumas décadas o FC Porto consegue ter estatuto de clube grande do futebol internacional, tal como o futebol português vai já estando cotado a bom nível europeu, sobretudo, tempos houve de diferente ambiente e conjeturas. Tal como as provas tinham diferente impacto e algumas acabaram mesmo substituídas em formatos e até nos nomes. De modo que, desde que passou a haver jogos oficiais de nível internacional, a partir sensivelmente do meio da década de cinquenta, só em plena década de oitenta o FC Porto se alcandorou a um plano maior. Embora já na década de sessenta e mais ainda na de setenta tivesse começado a ombrear com os clubes de nomeada do futebol europeu. Com boa memória, por exemplo, da eliminatória diante do Lyon para a antiga e extinta Taça das Taças em 1964; e, entre outros casos, também uma eliminatória para outra taça entretanto extinta, já no final da mesma década. Como foi o facto, que vem ao caso recordar, duma eliminatória a contar para a também antiga e já desaparecida Taça das Cidades com Feira, pela boa memória do jogo disputado na Dinamarca, contra o Hvidovre, seguido de confirmação vitoriosa nas Antas, já no outono de 1969.


Como exemplo desses tempos de outrora e pelas curiosidades adjacentes, recordamos aqui e agora o jogo da 1ª mão dessa eliminatória da Taça das Cidades com Feira, prova mais tarde substituída pela Taça UEFA, que por sua vez teve depois continuidade na atual Liga Europa.

O tema dá para recordar, pois, um jogador cujo valor nesse tempo era prometedor e tinha boa imagem entre a família portista, como ao tempo era considerado Hélder Ernesto. Então jovem que dera nas vistas na equipa portista de juniores, ao lado de outros como Araújo, Vítor Gomes, Lemos, Chico Gordo, Vitorino, etc. E de seguida ascendera aos seniores, em cujo escalão maior, ainda como aspirante, por assim dizer, entrou de forma saliente. Tendo então acontecido que na equipa principal, nesse tal jogo da Taça das Feiras (como era mais conhecida a prova) e seu primeiro jogo internacional de alta competição, marcou os dois golos, os que deram a vitória ao FC Porto.

= Equipa de Juniores com Hélder Ernesto entre aquela linha de grandes promessas…

Vem assim a talhe a lembrança do facto, que para aqui se traz através duma página de arquivo pessoal, do que um jovem desse tempo anotou e arquivou…


Após isso o FC Porto, nesses inícios da época futebolística de 1969/70, defrontou o Newcastle, calhando então essa equipa que vencera na época anterior a mesma prova. Tal como Hélder Ernesto se manteve no plantel ainda mais algum tempo, embora pouco utilizado...

= Plantel Senior do FC Porto em 1970/71

Chegou ainda a fazer parte da equipa que contou com Flávio, Pavão, Armando, Rui, Guedes, Rolando, Abel, Oliveira, Valdemar, Manhiça e outros, como se recorda por outra imagem coeva (aqui ao lado). Até ter seguido sua carreira no Guimarães e tudo o que se sabe mais. Enquanto ficou, no que de melhor importa na memória portista, esse seu feito de ter bisado nesse jogo internacional que se recorda, entre exemplos memorandos.

Armando Pinto
((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

Sem comentários:

Enviar um comentário