Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

sexta-feira, 15 de março de 2019

A propósito duma efeméride… Atividade clubista e parlamentar do Presidente Portista Dr. Urgel Horta


A 15 de Março de 1958 o Dr. Urgel Horta e o Dr. Moreira de Sousa, antigos Presidentes da Direção, foram nomeados Sócios Honorários do FC Porto em Assembleia Geral de Associados do clube.

Ao Dr. Urgel Abílio Horta já aqui se fez menção recordatória por diversas vezes; enquanto do Dr. José Carvalho Moreira de Sousa nem tanto. Além de referência personalizada, por ter sido o Presidente do FC Porto no tempo em que nasceu aqui o autor destas linhas… tendo sucedido no cargo precisamente ao Dr. Urgel Horta.

Ora, o Dr. Moreira de Sousa também merecerá memorização adequada, em devido tempo. Mas ainda há mais sobre o Dr. Urgel a merecer atenção.


Era o Dr. Urgel Horta um distinto cidadão oriundo de Trás-os-Montes que se arreigou à cidade do Porto, onde fez a sua licenciatura na Academia portuense. Tendo, depois de formado e após natural doutoramento em sua especialidade de Oftalmologista, sido médico diretor no Hospital de Santo António e tido consultório na Rua Alexandre Braga, junto ao Mercado do Bolhão (como ilustramos com cartão do endereço respetivo). Sem nunca esquecer sua região natal, a ponto de em 1952 ter levado uma equipa do FC Porto à sede de seu concelho, Moncorvo, por ocasião da proximidade (cerca de mês e meio antes) da inauguração do estádio das Antas.  

Dessa ocorrência, acontecida a 13 de Abril de 1952, “falam” bem algumas imagens coevas. Tendo o Dr. Urgel ficado no retrato da equipa do FC Porto presente a esse jogo, junto com o famoso António Araújo, já em fim de carreira, que por assim dizer, como figura emblemática, chefiava o misto de efetivos e reservistas do plantel portista... 


De tal prélio amigável, da visita com que a embaixada do FC Porto levou um abraço a Torre de Moncorvo, de onde era natural  (nascido em Felgar-Moncorvo), assinale-se que na pose de conjunto o Dr. Urgel Horta está de pé, na fila de cima, entre Araújo e os restantes jogadores, entre os quais se reconhece o então ainda jovem guarda-redes Américo.


... Bem como sua esposa deu o pontapé de saída do encontro a que o próprio Presidente assistiu, nas condições que o recinto permitia…


... E do mesmo jogo, em lugar de destaque da assistência, vê-se ao meio da fila da frente ele mesmo, o Presidente Urgel Horta.

Volvidos alguns anos, após ter deixado a presidência do FC Porto e já com assento na Assembleia em Lisboa, foi então distinguido a par com seu sucessor, em Assembleia Geral do FC Porto.

Assim, na oportunidade desta efeméride, acrescenta-se algo mais sobre o Dr. Urgel Horta, um Presidente histórico por ter ficado associado a um dos marcantes factos da história portista, sendo ao tempo de sua última presidência que o FC Porto passou a ter o estádio das Antas. A cuja inauguração, em 1952, até ficou ligada sua fisionomia nas imagens correspondentes. Tendo, entretanto, a partir de 1953 passado a ser também Deputado da Nação.


Para que se veja como foi ativo nessa função, no órgão legislativo do Estado Português e segundo órgão de soberania da nação, contrariamente a tantos que se sentaram e sentam no hemiciclo nacional sem grande papel, damos nota da sua atividade parlamentar, segundo consta no arquivo histórico do Palácio de São Bento. Esclarecendo, quanto a artigos por vezes difundidos com mentiras em locais de divulgação pública, que o Dr. Urgel Horta procurou pugnar por interesses do Norte do país mas sem misturar política com desporto. Tanto que na sua folha de serviço, em seu currículo de Deputado, não ficou registada qualquer intervenção ou interferência relacionada com o FC Porto.

Como tal, dessa prerrogativa se assinala seu labor com registo de sua ficha oficial como elemento da Assembleia Nacional.


 = Na Sessão Preparatória da VI Legislatura da Assembleia Nacional de 1953-57, realizada em 27 de Novembro de 1953: Conversa entre deputados destacáveis, entre os quais o Dr. Urgel. 
(Da esquerda para a direita: António Bartolomeu Gromicho, António de Almeida Garrett, Urgel Abílio Horta e António Augusto Esteves Mendes Correia; e, ainda à esquerda mais ao fundo, António Cortez Lobão.) =

Armando Pinto
((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

Sem comentários:

Enviar um comentário