quarta-feira, 21 de novembro de 2012

F.C. Porto-D.Zagreb: 100ª vitória anfitriã / europeia… à vista?!


Aí está mais uma jornada internacional de clubes, cabendo ao F. C. Porto receber o Dínamo de Zagreb no que pode ser o jogo correspondente à centésima vitória portista nas competições europeias, enquanto clube anfitrião. 

Vamos a isso, pois!!! 

Com efeito o F. C. Porto, até à receção da eliminatória presente, tem 99 triunfos em casa para as provas europeias. Assim, perante cenário de já estar assegurada a passagem aos oitavos de final da Liga dos Campeões, e diante da possibilidade de poder juntar o apuramento com o primeiro lugar no respetivo grupo, o jogo ganha algum atrativo mais por se agregar tal curiosidade histórica. Pois a vitória sobre o Dínamo de Zagreb permite ao F. C. Porto atingir a vitória número 100 em provas europeias, no alcance desse número certo e numa contagem redonda, como se costuma dizer. O que possibilita perfazer essa conta perfeita, a concretizar um percurso iniciado há quarenta e oito anos, desde que a 16 de Setembro de 1964 a principal equipa de futebol do clube alcançou a primeira vitória – quando os dragões desse tempo venceram o Lyon de França por 3-0, então para a entretanto extinta Taça das Taças. Inicial vitória dentro de portas, essa, no plano internacional, por parte do F. C. Porto, oito anos depois de, em 1956/57, ter ocorrido a estreia portista nas competições europeias de futebol ao mais alto nível, recorde-se.

Desse facto deu conta o Jornal de Notícias, em sua edição do dia 19 passado recente, num interessante artigo que transportou a esses tempos também através de mostra da 1ª página onde constava referência à referida vitória ancestral.


Ora, nessa longínqua noite, de Setembro de 1964, foram dados primeiros passos vitoriosos da caminhada que presentemente está em alta dimensão. Tendo, daí até agora, o F. C. Porto já disputado 156 jogos oficiais na condição de visitado, nos quais se registaram 99 vitórias, 33 empates e 24 derrotas, entre jogos disputados no estádio das Antas e no Dragão. Havendo, no meio dessas ocorrências, surgido a 50ª vitória caseira em 1993/94, no alcance da metade desta contagem agora em vista, então na receção ao Werder Bremen (3-2), em pleno relvado das Antas. Enquanto se a estreia vitoriosa nas Antas demorou alguns anos, já a estreia no estádio do Dragão, para as competições europeias, coincidiu com auspicioso resultado de 2-1 sobre o Manchester United, a contar para a Champions.

= Equipa de 1964, que venceu por 3-0 o Lyon, no Porto. Vendo-se, a partir da esquerda: em cima - Rolando, Paula, Festa, Almeida, Joaquim Jorge e Américo; em baixo - Jaime, Pinto, Valdir, Carlos Baptista e Nóbrega.

Desse percurso, entre outras curiosidades, ressalte-se o fator dos golos caseiros, também – como se assinala com a nomeação dos goleadores e correspondente contagem dos golos, em respigo atual (de caixa anexa ao artigo saído na passada segunda-feira no J.N.):


Diante destas notas históricas, relembre-se ainda algumas imagens do jogo da vitória inicial, através de gravuras de jornais da época e do arquivo pessoal do autor destas recordações. Numa sequência de fotografias já com visibilidade carcomida pela erosão do tempo, porém cientes do que demonstram, tal a expressividade das legendas e precisão dos instantâneos.





Posto isto, escusamos de alongar mais a memorização por, entretanto, havermos publicado outros dados e curiosidades em devido tempo, num artigo antes inserto em nosso anterior blogue, como se pode conferir (clicando sobre) 

- Participação Portista nas Provas Europeias...  

Obs.: Acresce ainda à 100ª vitória em casa, com o D. Zagreb esta quarta-feira, também o total de 150 vitórias do F. C. Porto nas provas europeias, na soma dos jogos como visitado e visitante. Mais uma marca e outra curiosidade relacionada, de todo este grandioso mundo que é o universo Portista.

© Armando Pinto 

»»» Clicar sobre as imagens, para ampliar «««

7 comentários:

  1. Belo post evocativo e comemorativo.
    Contudo permita-me dizer-lhe, caro Amigo, que nos meus registos estatísticos tenho como 100.ª vitória em casa a conquistada ante o Dínamo de Kiev, no Dragão, em 24-10-2012. Posso estar enganado, não digo que não. Mas não é erro de contagem manual, pois tenho uma base de dados com todos os jogos internacionais efectuados pelo FC Porto e, como é óbvio, os dados estatísticos são dados pelo sistema (automaticamente). A não ser que algum jogo esteja mal introduzido, mas creio que não.
    De qualquer modo, com o jogo referido ou com o de hoje, o FC Porto atinge uma marca histórica.
    Abraço de Dragão.

    ResponderEliminar
  2. caríssimo,

    que viagem espectacular no Tempo

    mais uma vez (e não me cansarei do repetir) obrigado!

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  3. Bom dia,

    Depois de termos garantido o acesso aos oitavos, agora o objectivo passa pelo primeiro lugar.

    Para tal temos de vencer hoje e empatar em Paris, ou até poderá bastar a nossa vitória e uma derrota dos parisienses em Kiev.

    Somos favoritos, mas há que ter a atitude certa e lutar pela vitória.
    Na liga dos campeões não há adversários fáceis.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Sobre o número da 100ª vitória, confesso à vontade que não sei ao certo, apenas fui alertado para essa marca através de apontamento publicado na segunda-feira pelo Jornal de Notícias. Daí que tenha aproveitado para alargar o caso, com curiosidades relacionadas. Pode haver também pelo meio algum jogo não contabilizado ou contado a mais, numa ou outra soma, não sei. Mas a mesma nota foi depois dada noutros órgãos de comunicação, também. Seja ou não, o que interessa é que logo mais o nosso Porto ganhe e depressa atinja outras marcas muito superiores.

    ResponderEliminar
  5. Boas Armando,

    Depois da excelente prestação que o FC Porto tem feito este ano na Champions, o jogo de hoje deve ser o mais fácil que nos iremos deparar na prova.
    Mas a hipotética facilidade nunca pode ser tornada em desleixo e falta de aplicação da equipa e do treinador, porque apesar da qualificação ainda temos a ganhar o primeiro lugar, mais um milhão e fundamentalmente continuar a cimentar o nosso jogo e a apurar a forma individual e colectiva.
    Mais ainda a obrigação que os jogadores tem em proporcionar um bom espectáculo aos adeptos que com maior ou menos dificuldade se deslocam ao estadio pelo menos para por momentos deixarmos de pensar na miséria de pais onde vivemos.

    Um abraço

    http://www.fcportonoticias-dodragao.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Armando: já sei onde está a “diferença”. Trata-se do jogo FC Porto – Schalk 04, para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, época 2007/2008, em 5-3-2008 no Estádio do Dragão.
    O FC Porto vencia por 1-0 ao fim do tempo regulamentar e ao fim do prolongamento. Depois, na marcação de pontapés de grande penalidade, o Porto converteu 1 e a equipa alemã 4.
    TAL COMO NA FINAL COM O ONCE CALDAS EM QUE, APÓS O PROLONGAMENTO SE REGISTAVA UM EMPATE, CONSIDEREI QUE NAQUELE JOGO DO DRAGÃO O QUE CONTA É O RESULTADO AO FIM DO TEMPO REGULAMENTAR E/OU PROLONGAMENTO (1-0). Portanto, o FC Porto venceu o jogo. Aliás os penaltis apenas existem para definir quem passa à eliminatória seguinte, como foi o caso.
    É uma questão conceptual e pode haver quem pense o contrário. Mas por mim, mantenho o que defini para o assunto.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  7. F.C.Porto 3-0 Din.Zagreb
    Golos de Lucho, Moutinho e Varela
    Exibição soberba de Moutinho.
    100 vitórias em casa.
    Basta um empate em Paris.
    Parabens Porto!

    ResponderEliminar