sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Faleceu Alcino Palmeira, antigo pugilista de renome do FC Porto



Faleceu Alcino Palmeira, um senhor do Pugilismo Portista.

Não é muito comum, mas, como sinal da importância que granjeou, soube-se por notícia da comunicação social que desapareceu fisicamente deste mundo esse nome conhecido dos meios portistas que foi o campeão Alcino Palmeira, pugilista com muitos combates ganhos sobre o ringue da competição desportiva de sua modalidade.

«Alcino Palmeira morreu quinta-feira, aos 63 anos. O funeral do antigo pugilista do F C Porto, que sofria de esclerose lateral amiotrófica, realiza-se esta sexta-feira pelas 16.00 horas, na igreja do Bonfim, no Porto.

O F C do Porto, clube do referido desportista, em seu espaço informático, lembrou o "ícone do pugilismo portista e nacional", que conquistou 11 títulos nacionais entre 1970 e 1980. "Um executante lendário na arte, no engenho e na técnica", que seguiu depois a carreira de treinador e dirigente, no F C Porto, na seleção e na Associação de Boxe do Porto.

Em 2003, foi distinguido com um Dragão de Ouro, na categoria de seccionista do ano.»

Como nome grande da secção de Pugilismo do F C Porto, relembre-se, Alcino Palmeiro foi um dos lendários atletas do F C do Porto homenageados aquando da inauguração do gimnodesportivo Dragão Caixa, em 2009, sendo então considerado entre as Lendas do F C Porto e como tal ficou com seu nome no passeio da fama da esplanada da frente do mesmo pavilhão. E, desde a abertura do moderno museu do clube, em 2014, está patente na área das modalidades um par de luvas com que Alcino Palmeira conquistou muitos triunfos.

= Alcino Palmeira conquistou vários títulos nacionais durante duas décadas com as luvas que estão em exposição no Museu FC Porto by BMG – do conjunto que se vê na imagem. =

Em sua homenagem pessoal, registamos aqui um breve historial desse desporto dentro do F C Porto, tal como está publicado no livro “Anuário de 2004 – O Dragão no Mundo” (publicado então pelo Conselho das Delegações e Filiais do F C Porto).


Além do Palmarés que se pode ler nessa nota, acima, há a acrescentar ainda:

Campeonato Nacional por equipas (séniores consagrados): 11
1990/1991, 1991/1992, 1992/1993, 1993/1994, 1998/1999, 2000/2001, 2001/2002, 2005/2006, 2008/2009, 2009/2010, 2012/13

Campeonato Nacional por equipas (séniores iniciados): 6
1995/1996, 1998/1999, 1999/2000, 2001/2002, 2002/2003, 2012/2013

Taça de Portugal: 3
1998/1999, 1999/2000, 2000/2001.


Depois de anteriores andanças, a secção de Boxe do FC Porto teve sua casa ainda recente, por assim dizer, e durante alguns anos, na zona portuense da Sé, tendo ali tido ringue de treinos no Pavilhão da Junta de Freguesia da Sé, de acordo com um protocolo estabelecido entre aquela autarquia e o F C Porto. Até que, a partir de finais de 2015, passou a ter instalações próprias dentro da área da piscina de Campanhã (recinto inaugurado em Novembro passado, recorde-se), por protocolo firmado entre a Câmara Municipal do Porto, sob a presidência do Dr. Rui Moreira, com o F C Porto, presidido obviamente por Jorge Nuno Pinto da Costa, líder da coletividade que gerirá e utilizará a infraestrutura no período para já estabelecido de 25 anos (tendo a obra de recuperação e remodelação sido executada pelo F C Porto).

Nos tempos recentes o Boxe do F C Porto tornou-se mais visível derivado de modo especial por ter uma campeã deveras conhecida, também, como é o caso de Juliana Rocha. Mas tendo outros campeões mais, como se pode constatar pelo relatório do título nacional de 2013:

« O FC Porto sagrou-se campeão nacional de boxe, em seniores femininos consagrados e infantis femininos. O feito ocorreu nos Campeonatos nacionais, que se disputaram no Pavilhão Municipal de Crestins, na Maia.

Eis os resultados completos dos atletas do F C Porto:

Seniores Femininos Consagrados:
Soraia Jesus (48kg): Campeão Nacional Individual
Alice Silva (57kg): Campeão Nacional Individual
Diana Martins (60kg): Campeão Nacional Individual
Juliana Rocha (64kg): Campeão Nacional Individual
Diana Fontes (69kg): Campeão Nacional Individual
Cátia Pereira (+81kg): Campeão Nacional Individual
Primeiro lugar por equipas:
FC Porto.

Juniores A masculinos:
José Pinto (60kg): Campeão Nacional Individual.

Infantis femininos:
Sara Pinto (57kg): Campeão Nacional Individual
Primeiro Lugar por equipas: FC Porto ».

Os grandes nomes perdurararão e os que mais se distinguiram pelo F C Porto nunca serão esquecidos na Memória Portista. Como Alcino Palmeira. Que descanse em paz, no azul sagrado do céu.


ARMANDO PINTO

((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

5 comentários:

  1. Um Verdadeiro Campeão. Paz à Sua Alma.

    ResponderEliminar
  2. Linda homenagem. Como os que são nossos merecem. Descanse em paz campeão Alcino.

    ResponderEliminar
  3. Parece que também faleceu um ex-atleta de atletismo, Manuel Sousa, mas não se lê nada sobre ele no site do clube, nem nos sites dos jornais e nada de nada na internet. Como deixou de haver atletismo no FCP os antigos atletas ficam mais esquecidos. Não será fácil escrever sobre ele, porque nem fotos se conhecem. O Armando Pinto, como é dos mais bem documentados portistas, terá alguma coisa?

    ResponderEliminar
  4. Ao amigo que colocou e bem a questão sobre o Manuel de Sousa, valor do atletismo portista de que me recordo ter sido um dos atletas do F C Porto que conquistava vitórias com a camisola azul e branca, tenho de dizer o seguinte: Até ao momento ainda não li qualquer notícia sobre tal facto, portanto não posso estar a escrever sobre algo que poderá nem ter acontecido e quem dera que não. Pelo menos nas páginas do F C Porto ainda não vi. Enquanto nos sites da comunicação social, naturalmente só depois poderiam ir atrás, como é normal.
    Obrigado pelo apreço.
    Abraço
    Armando Pinto

    ResponderEliminar
  5. O JN de hoje, sábado, traz um acrescento que se percebe que foi pelo que aqui está publicado, referindo o caso da homenagem das lendas do clube e o passeio da fama do Dragão, coisa que antes não tinha e não se viu noutros sítios onde se conheceu notícias. Partabéns pela mais valia que continua a ser este blog.

    ResponderEliminar