quarta-feira, 4 de junho de 2014

SANFINS: Evocação dum sobrevivente da célebre vitória sobre o Arsenal de Londres



De vez em quando surge uma agradável surpresa de podermos lembrar nomes que ajudaram a escrever  parcelas importantes da História do F C Porto, entre atletas outrora famosos e hoje ainda recordados como valores  integrantes de galerias dos eternos ases portistas.  Tal o que se verificou um dia destes, quando se soube que esteve em visita ao Museu do F C Porto um antigo futebolista, daqueles de quem se sabe o nome, pelo conhecimento histórico, e se vislumbra a fisionomia coeva com sua camisola à Porto vestida – Sanfins, um dos heróis da vitória diante do Arsenal.


Então, na página informática oficial do F C Porto foi descrita essa interessante ocorrência, passada na terça-feira passada:

HERÓI DA TAÇA ARSENAL VISITOU MUSEU

​«Sanfins, o único elemento ainda vivo da equipa que venceu a Taça Arsenal, a 6 de Maio de 1948, visitou esta terça-feira o Museu FC Porto by BMG, que considerou “fantástico”. O presidente Jorge Nuno Pinto da Costa foi o anfitrião da antiga glória portista, liderando a visita ao espaço.»

- Aqui convirá acrescentar, para repor a verdade, que há outro sobrevivente ainda dessa jornada gloriosa,  felizmente, segundo foi posteriormente referido na blogosfera portista. Estando de momento ainda vivo o Joaquim Machado, também antigo futebolista do F C Porto e integrante do lote que atuou naquele jogo épico com o Arsenal.

Voltando a Sanfins e à descrição da página oficial do FCP:

​«Já depois de posar para a fotografia ao lado das estátuas de Barrigana e Pinga, de quem foi companheiro de equipa, Sanfins, atualmente com 92 anos, mergulhou na história do FC Porto e aproveitou a presença de Jorge Nuno Pinto da Costa para recordar episódios do passado, dos quais se destaca a conquista da Taça Arsenal.
Sanfins estreou-se com a camisola do FC Porto na época de 1946/47, com um triunfo sobre o Benfica (3-2). Na temporada seguinte (1947/48), apontou dois golos no primeiro jogo que realizou na Taça de Portugal, contribuindo assim para uma vitória “gorda” sobre o União de Coimbra (9-0).
No tal dia 6 de Maio de 1948, Sanfins rendeu Catolino durante a vitória sobre o Arsenal de Londres, por 3-2, no Estádio do Lima, com golos de Araújo e Correia Dias (dois). O conjunto londrino, naquela altura, era tão-somente campeão de Inglaterra e considerado a mais poderosa equipa do mundo.
A expressão universal da proeza portista resultou na criação de um troféu denominado Taça Arsenal, com 250 quilos, 130 dos quais de prata maciça. Exposta no Museu FC Porto by BMG, a Taça Arsenal é uma obra-prima de Marinho Brito e Albano França e foi concebida na Ourivesaria Aliança, no Porto.


Ora, Sanfins, o último resistente da vitória histórica sobre o Arsenal, a 6 de Maio de 1948, visitou o Museu Futebol Clube do Porto by BMG e identificou os companheiros de equipa Pinga e Barrigana retratados em esculturas.»

Na oportunidade de revermos, desta forma, este simpático personagem da História do F C Porto, recordamos, a propósito, uma entrevista dada por ele à revista "Stadium", na correspondente edição de 16 de Fevereiro de 1949 – onde, além da descrição de sua carreira e curiosidades relacionadas, é louvado o seu valor e correcção, como se pode constatar.


Armando Pinto

(((CLICAR sobre as imagens e recortes digitalizados, para ampliar)))

3 comentários:



  1. meu caro,

    muito obrigado! por mais este "pedaço" de estórias da História do nosso Amor comum :D

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  2. HÁ MAIS SEMPRE QUALQUER COISA DESCONHECIDA Á ESPERA DE SER MOSTRADA. nUNCA TINHA VISTO ESTA FOTO DO SANFINS EM TAMANHO INTEIRO E IGUAL COM A ENTREVISTA QUE É UM ACHADO, POIS TEM DADOS QUE O SITE DO CLUBE DESCONHECIA.

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que o F.C. Porto deu destaque à visita do Sanfins ao museu. Fica assim uma forma de homenagem a quem defendeu e honrou a nossa camisola.

    Abraço

    ResponderEliminar