Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

domingo, 2 de abril de 2017

Jorge Andrade: Um Dragão de Ouro Património Nacional


Jorge Andrade foi este fim de semana o desportista em quem recaiu a escolha para a coluna “Património Nacional” do caderno semanal Ataque do JN. Sendo assim esse simpático antigo futebolista, sempre com cara de bem disposto, a ter merecido honras de destaque através de súmula curricular e momento mais especial de carreira.


Embora com uma outra camisola, das que vestiu em seu percurso futebolístico, como imagem de identificação no respetivo Bilhete Pessoal (no referido jornal), Jorge Andrade aparece mais ampliado com o Dragão de Ouro nessa pequena coluna inserta no caderno suplementar dos sábados do Jornal de Notícias. Porque o sorridente futebolista sempre ficará mais associado ao FC Porto como um jogador com algo da sensibilidade à Porto, especialmente pela ideia que transparece de suas conversas públicas em entrevistas que se têm ouvido e lido. Atendendo a residir mais habitualmente no sul do país, de onde é também natural, mas mantendo sempre afinidades à sua inda que breve passagem pelo FC Porto (comparativamente com outros que esqueceram onde ganharam fama e proveitos).

Desta recente lembrança, em que Jorge Andrade é publicamente recordado, coloca-se aqui a curta mas interessante crónica da edição do Jornal de Notícias do passado sábado primeiro de abril, a cujo recorte juntamos uma imagem (de arquivo pessoal do autor) do livrinho de autógrafos do plantel do FC Porto à época de 2000/2001, como ilustração ao caso.


Armando Pinto

((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

Sem comentários:

Publicar um comentário