Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Atualidade do F. C. Porto... à posteridade !


(Clicar sobre a imagem, para ampliar)

Repare-se nesta mensagem, de há uns anos atrás, e atente-se no tempo presente...

Continuamos a ter confiança em Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa, nele, no Presidente-Dragão, mas há situações que ultrapassam tudo. Não concordamos nem entendemos o que se vem passando.

A realidade é esta:
Na quinta-feira, dia 12 de Julho, surgem notícias do fim do Basquetebol no F. C. Porto e da oficialização das novas camisolas, para a época de 2012/2013.

A ser verdade (ainda queremos acreditar que haja outras soluções e escolhas), tem de se dizer, marcando posição, que...

... Desde que em 2000/2001 o tempo de presidência de Pinto da Costa ficou associado à mudança anual de equipamentos, passando o F. C. Porto a ser como qualquer clube dos que não tinham nem têm camisola certa, já nada admira... Passou a mandar a SAD, o aspeto comercial passou a sobrepor-se a tudo, foi sendo encurtado o número de modalidades...  
Realmente o pavilhão (Dragão caixa) assim depressa vai passar a ser local de encontro de tertúlias, de conferências, cerimónias e encontros de tudo e mais alguma coisa, menos de prática desportiva...
Sinceramente não se entende como são gastos balúrdios com aquisição de estrangeiros para uma modalidade restrita a alguns escassos espetadores, entre diversos exemplos, e acabem e vão acabando com o ecletismo (pese as justificações ou desculpas), tal o que aconteceu com o Atletismo, visto por multidões nas estradas, o Ciclismo, que tantas paixões despertava, etc. etc. E agora o basquetebol... 
Eu até estou à vontade pois não gosto de assistir a jogos de basquetebol, pela constante alternância e incerteza do marcador, mas era uma modalidade histórica no clube e com muitos adeptos... 
Enquanto o caso dos equipamentos até enerva. É vergonhoso para um grande clube ter as bancadas com adeptos equipados com coisa de dez ou mais formatos de camisolas diferentes... Enfim. Então este ano é uma "bodega" autêntica, quer a firma, que me recuso a chamar pelo nome (publicitar), quer os responsáveis, perderam o nexo... 
No meio disso tudo só desejo que o F. C. Porto continue a vencer, para se manter no topo, pois as pessoas passam e o clube fica!

A. P.

= Possibilidade: Segundo circula, em nova versão informativa, há ainda uma hipotese, que será:

«...Os escalões de formação continuam em atividade, pelo que a modalidade não fecha portas no F.C. Porto.
Refira-se que o F.C. Porto ainda não anunciou qualquer posição oficial e poderá vir a reintegrar no clube a equipa que, nas últimas épocas, representou a SAD, e que teria, no futuro, o mesmo enquadramento do hóquei em patins e do andebol. Este seria um caminho para manter a equipa profissional de basquetebol portista...»

Nota: Reportando ao tema, recorde-se um anterior artigo sobre o Historial do Basquetebol do F. C. do Porto.
(Clicar sobre este link, para acesso direto)

9 comentários:

  1. Boas,
    Meu caro, é verdade tudo o que você refere, mas eu continuo a confiar no presidente. E espero que a notícia do fim do Basquetebol no FC Porto seja um falso alarme… caso contrário, lamento… e lamento pelos jogadores, pela equipa técnica e pelos adeptos que marcam presença no Dragãozinho.

    Cumprimentos

    Ana Andrade

    www.portistaacemporcento.blogspot.comm
    www.artigosonlineanaandrade.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Fã do basquetebol do FCP13 de julho de 2012 às 00:34

    Modalidade que deu mais de 200 títulos ao FC Porto em 86 anos vai terminar. Há um mês, a nova época estava a ser planeada.
    O FC Porto extinguiu a secção de basquetebol, alegadamente por motivos financeiros. Ou por oposição às atitudes da Federação, após o recente jogo com o Benfica, mais transmissão televisiva, gozo do treinador encornado, sem castigo, etc. ?
    Apesar de os dragões ainda não terem confirmado a notícia avançada pelo site do jornal A Bola, Mário Saldanha, presidente da Federação de Basquetebol, fê-lo em declarações à TSF.
    Criada em 1926, a modalidade de basquetebol no FC Porto rendeu mais de 200 títulos aos dragões entre os diversos escalões, com destaque para 11 de títulos de campeão nacional, 13 Taças de Portugal, cinco Supertaças, seis Taças da Liga e um Troféu António Pratas em séniores.
    Os dragões, curiosamente, tinham contratado Mário Fernandes (ex-CAB Madeira) e renovado contrato com três atletas - Nuno Marçal, David Gomes e Diogo Correia - no mês passado, precisamente com vista à nova época. Greg Stemping, João Santos e Miguel Miranda também iriam continuar no clube, assim como o treinador espanhol Moncho López.

    ResponderEliminar
  3. Informação O Jogo
    Equipa técnica e alguns jogadores reuniram hoje com a direção da seção, que lhes comunicou o fim da equipa profissional

    "Foi uma decisão tardia e drástica"
    A equipa profissional do FC Porto, que tem 11 campeonatos, 13 Taças de Portugal, cinco Supertaças e seis Taças da Liga, chegou hoje ao fim.

    Numa reunião tida esta tarde no Dragão Caixa, os responsáveis pela seção comunicaram à equipa técnica, que se fez representar pelo treinador principal Moncho López e o adjunto Diogo Gomes, e aos jogadores (o capitão Nuno Marçal, André Bessa e David Gomes estiveram presentes) que a equipa principal estava acabada e não iria competir na próxima época.

    Esta reunião aconteceu na sequência de uma outra, que terminou já esta madrugada, entre altos responsáveis pelo clube e elementos da seção. As dificuldades financeiras que os dragões atravessam foram a justificação apontada para esta tomada de posição.

    Os escalões de formação continuam em atividade, pelo que a modalidade não fecha portas no FC Porto.

    Refira-se que o FC Porto ainda não anunciou qualquer posição oficial.

    ResponderEliminar
  4. Li num blog e tentei-me a passar uma análise bem feita, que diz

    Não há qualquer consulta aos sócios, qualquer aviso, nem sequer se tem o cuidado de nos informar em primeira mão. Como é possível sabermos de uma decisão deste teor pela comunicação social?
    Se é um facto que à maioria dos adeptos as modalidades nada dizem, não é menos verdade que há um conjunto de Portistas para quem uma notícia destas é uma facada no coração.
    Surgem boatos segundo os quais a principal motivação para esta decisão serão divergências com a federação. Para extinguir o atletismo invocou-se argumentos semelhantes. Mas que sentido faz extinguir uma modalidade por divergências com a federação? Instrumentalizar a secção e os adeptos que a seguem para atingir terceiros? Fazê-lo é uma enorme falta de respeito para com os sócios, os atletas, a história do clube e a modalidade em si. E logo no nosso clube, cuja história está repleta de conflitos com os despóticos órgãos centralistas que comandavam e comandam o desporto em Portugal! Fosse este o critério e já não tínhamos modalidade nenhuma, nem mesmo futebol.

    Problemas financeiros seriam uma explicação mais plausível, mas se fosse esse o caso por que motivo se procederia à renovação de contrato com vários jogadores, e até mesmo à contratação de reforços para a próxima época? Nada disto faz sentido.

    ResponderEliminar
  5. Bom dia Sr. Pinto

    Concordo com a sua opinião explanada no post acerca das modalidades e sua relevância.

    É com muita tristeza e revolta que vejo anunciado o fim da equipa profissional de Basquetebol do nosso clube. As dificuldades financeiras para mim não são justificação para esta decisão.

    O FC Porto não é só futebol, muito dinheiro se tem esbanjado na aquisição de futebolistas de qualidade duvidosa. Os empresários tomaram conta das SAD's e ditam muitas vezes as suas políticas de contratações, embora não com tanta veemência no nosso FC Porto, graças ao nosso Presidente.

    Sempre me orgulhei do ecletismo do nosso clube, e cujo estatuto de Instituição de Utilidade Pública sempre honrou, substituindo-se ao Estado na função de proporcionar aos jovens a prática desportiva.

    Valha-nos pelo menos que os escalões de formação continuam em actividade, pelo que a modalidade não fecha portas no FC Porto, podendo ainda haver uma luz no fundo do túnel com a sua reintegração no Clube.

    O Basquetebol é uma modalidade histórica e merece que Pinto da Costa lute pela sua manutenção.

    Depois do fim do atletismo por causa do idiota Fernando Santos, não quero mais uma machadada.

    Abraço e bom fim de semana

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Uma das maiores encenações na história do nosso clube, mandar o recado pelos media e agencias de noticias de que acaba uma Secção, o basquetebol, e a par lançar as camisolas do futebol nesse mesmo dia. Para distrair uns e outros os do basquete e os contra os equipamentos feios como um raio. Depois desdizer, que o basquetebol deixava de ser SAD e passava para o clube, quando a SAD estava finita há tempos antes. E oficialmente a Direcção, o Presidente e cª calados! Ao que está a chegar o nosso clube que há 30 anos Pinto da Costa disse que queria que fosse devolvido aos sócios...

    ResponderEliminar
  7. Têm aparecido alguns comentários de adeptos de outros clubes, encapotados, como facilmente se deteta - pois, por exemplo, um Portista conhece minimamente a História do F.C.Porto e não dá calinadas relativamente ao tempo de existência das camisolas tradicionais, entre diversos casos. Tal como, bem se sabe que para os verdadeiros Portistas os símbolos contam mesmo. Vindo os outros tais, adeptos encapotados, tentando meter veneno. Mas não pega. Obviamente são eliminados.
    Embora o caso tenha um lado positivo, por mostrar que isto é lido em vários quadrantes, e não só entre Portistas assumidos - sendo agradável verificar que em cerca de 3 (três) semanas de existência este blogue novo já teve cerca de 8.000 visitas de passagem, como se diz, e 3.000 visitas de páginas). Mas naturalmente tem um denominador comum, para o que foi e é destinado.
    Por isso escusam de tentar insistir, os do contra... Aqui é um local de Portistas, Ok.

    ResponderEliminar
  8. Eu também não sou grande adepto do basquetebol, mas isso não quer dizer que não ache uma pena se o clube extinguir esta modalidade.
    Sobre o novo equipamento. É feio e ao nível daquele de 2000/01 onde era metade azul e metade branco.
    Infelizmente vivemos tempos em que os valores monetários e materiais valem muito mais do que os valores morais e isso serve para passar por cima dos estatutos do clube.

    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Caro Armando Pinto,

    andei afastado das lifes do blogue, nem sabia que tinha mudado de "casa"!

    Já coloquei o seu novo link no meu blogue, se quiser retribuir o gesto, fantástico!

    Um grande abraço
    http://thebluefactoryofdreams.blogspot.pt/

    ResponderEliminar