domingo, 9 de março de 2014

Nova esperança e renovada dinâmica?


O F C Porto, agora com Luís Castro e sua equipa na gestão do plantel azul e branco, suplantou o adversário que se nos deparou, com interessante resultado de 4-1 ao Arouca.

Sem se poder fazer análises muito conclusivas, tal o escasso tempo entretanto decorrido desde a mudança do comando técnico no futebol do F C Porto, já houve novo ânimo da equipa e dos apoiantes, no jogo desta noite domingueira. Dando ideia que afinal ainda pode haver tempo de qualquer coisa… mais.

De realçar a adesão e apoio do público azul e branco, sobretudo na meia hora inicial do encontro, em sinal que a equipa também puxa pelos adeptos. Depois, ainda com algumas arestas para limar e outra visão devida, intrometendo-se largo tempo de indefinição no resultado, o jogo acabou em grande, com selo de vitória justamente robusta.


Não vamos referir-nos a aspetos técnico-táticos e quejandos, do próprio jogo, pois não falta quem já tenha tido tal labor, de todos os modos e trejeitos. Apenas queremos realçar o medo que, mesmo assim, pese a distância pontual ainda existente, os comentadores profissionais e tachistas demonstram, com questões sempre levantadas quando está em jogo o F C Porto, de aspetos que para os outros lados não contam, para eles…

Oxalá esta nova dinâmica seja para continuar e ainda haja tempo e possibilidades de conseguirmos o que os nossos adversários tanto temem.


Armando Pinto

2 comentários:

  1. O seu "post" sobre o menino rei que nasceu pobre já está publicado:-)
    Tomei a liberdade de colocar lá os links dos seus 2 blogues e um pequeno agradecimento pela Colecções Desportivas queo Sr me enviou.Muito obrigado.

    Entretanto, a nossa defesa mete água por todos os lados.Qualquer zé ninguém marca golos ao Porto atualmente, e a tremedeira continua.

    Mas ainda há muito por disputar...e por ganhar essa época.Não gostei e fiquei pasmo quando soube que, tendo um jogo dificílimo na 5ª feira com o Napoles de Rafa Benitez, Higuain e companhia, só há treino 3ª feira!!!
    Como as coisas estão "muito bem" com a equipa de futebol, 2ª feira é folga...
    Não gostei...

    ResponderEliminar
  2. Viva Renato
    Também concordo com o que diz, quanto a essa novidade que eu sinceramente desconhecia, de ter sido dado folga ao plantel do FCP numa altura destas. Julgo que o Luís Castro tentou fazer passar ideia de agradecimento pelo que jogaram, numa de psicólogo (uma especialidade que julgo devia haver alguém dentro da estrutura, embora sem dar nas vistas), mas deveria ver que nesta fase o tempo é curto para o trabalho necessário.
    Sobre o material enviado para o seu brilhante blogue, tive muito prazer e logo que descubra mais, enviarei o que tiver. Com muita honra por poder de algum modo contribuir para esse espaço de glorificação do maior futebolista mundial de todos os tempos.
    Gostei muito, ainda, sobre as referências que me fez, apenas com uma ressalva: Apesar de conhecer o Presidente Pinto da Costa e tudo o mais, nunca fui convidado vip dele. Nem ainda tive qualquer reconhecimento oficial, no melhor sentido. Unicamente tive direito a convite (c/duas senhas de entrada) no museu aquando da respetiva abertura ao público, por ter contribuído com diversos artigos. E estive presente na inauguração do Dragão Caixa, mas então a convite da esposa D. Filomena, anterior lider do Conselho Cultural do FCP, por nesse tempo existir a revista Mundo Azul, na qual colaborei enquanto teve publicação, ou seja até á entrada do atual Conselho Cultural.
    No resto tudo certo, inclusive tem acontecido, por vezes, dentro das estruturas editorial e museológica do clube, que quando tem sido necessário desfazer alguma dúvida, arranjar alguma foto mais rara ou simplesmente contribuir com alguma informação mais difícil, me têm questionado, naturalmente; ao que, sempre que possível e dentro das minhas possibilidades, gostosamente procuro corresponder. Devemos servir o clube e não esperar servir-nos dele, como quem diz que o F C Porto honremos, que o Porto nos contempla.
    Sempre ao dispor
    Armando Pinto

    ResponderEliminar