Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Dr. Cesário Bonito – Um dos Grandes Presidentes do FC Porto


A propósito duma efeméride relacionada, é hoje vez de evocar aqui o Grande Presidente do FC Porto Dr. Cesário Bonito, um dos icónicos defensores do FC Porto, entre comandantes supremos que ficam na história da grande nau portista navegada nas ondas alterosas da história do esquisito desporto lusitano.

O Dr. Bonito, como era seu nome, chamou desde logo a atenção, ao autor destas linhas, precisamente pelo chamariz de seu nome. Tendo acontecido que um belo dia, em inícios da década dos anos sessentas, li (exprimindo assim na primeira pessoa, pois que é lembrança pessoal) que o Américo do Porto, o grande guarda-redes que era um dos baluartes da equipa do FC Porto nesses tempos difíceis, fora distinguido com um prémio de reconhecimento de um órgão informativo de Lisboa, junto com o cantor Francisco José, da famosa cantiga dos olhos castanhos (como eu sempre tive), tendo sido acompanhado nessa cerimónia pelo Dr. Cesário Bonito, nome a que achei graça, além do mais, por reforçar a importância de ser do FC Porto, o meu clube já então. Algo que, tinha eu ainda pouca idade, me ficou gravado na memória, apesar de não mais ter visto esse facto recordado à posteriori em qualquer papel ou imagem, como não é de admirar tratando-se dum representante do FC Porto, mas sobretudo pela curiosidade de ter reparado nesse nome, assim, e pela associação com o cançonetista que cantava os olhos da cor dos meus.

Ora, indo então à efeméride que traz isto tudo à lembrança:

Com efeito, a 30 de junho, «em 1965, Cesário Bonito tomava posse como presidente do FC Porto – tratava-se do regresso à liderança no clube, para mais um mandato no cargo. Foi eleito a 5 de junho e tomou posse há precisamente 52 anos, no ginásio do Estádio das Antas. Nesta rubrica, já abordámos outras vezes o legado deste natural do Peso da Régua, que seria irradiado (pena depois revista) pela Federação Portuguesa de Futebol, em 1955, ao não calar a revolta pelo adiamento de um FC Porto-Sporting, com o espantoso argumento de que Travassos, um dos 'violinos' de Alvalade, ficara retido em Madrid e não poderia participar no jogo. Bonito levou ainda o FC Porto à primeira 'dobradinha' (1955/56), com Yustrich como treinador, teve um papel determinante na construção do Estádio das Antas e, no mandato em causa (que terminou a 2 de maio de 1967), contratou Pedroto para treinador.» (conf. Dragões Diário – em “Aconteceu/neste dia”).

Apraz assim registar esta ocorrência para relembrar este ilustre portista, a que já foi feita aqui referência aquando de remembranças comuns com outros presidentes e salientes figuras do clube.

O Dr. Bonito, Cesário de Moura Bonito, é um dos Presidentes Honorários do FC Porto, eleito com esse tributo oficial em Assembleia já no primeiro mandato presidencial de Nuno Pinto da Costa, que o tinha como uma das suas grandes referências - conforme escreveu no seu célebre primeiro livro e aqui anotamos, retirado duma caixa de "destque":


Como ilustração, juntamos alusões da História do FC Porto escrita por Rodrigues Teles, volume II, e do livro “FC Porto figuras & factos 1893/2005”, de J Tamagnini Barbosa e Manuel Dias.

Armando Pinto

((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

2 comentários:

  1. O melhor Presidente que conhecemos. Pena tê-lo sido antes do... 25 de Abril (o verdadeiro "estandarte" das grandes conquistas posteriores do FC Porto).

    Está sepultado no Prado do Repouso em jazigo (simples) de família (sempre que por lá passamos "visitamo-lo").

    Outros, com muito menos história no Clube estão no... Mausoléu!

    ResponderEliminar
  2. Por ter sido um grande Presidente do FC Porto é que o Dr. Cesário Bonito aqui é lembrado. Pois eu, o autor deste blogue, apenas o conheci como figura portista, simplesmente como portista que acompanho a vida do clube. Já quanto à questão do sepultamento, no mausoléu do FC Porto, embora respondendo na perspetiva de adepto, para alguém ir para o mausoléu é preciso que também a própria família queira. Não sei se foi o caso, mas recordo-me de alguns casos.
    Armando Pinto

    ResponderEliminar