Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

FC Porto de regresso aos grandes momentos futebolísticos - Vitória épica em Roma e carimbo para a continuidade na Liga dos Campeões!

Ahhh!!! 
O FC Porto dos grandes momentos regressou. Grande vitória em Roma, com épica passagem à fase de grupos da Liga dos Campeões. Carimbada que fica com três golos em pleno estádio Olímpico de Roma.  Pedro Homem de Melo exaltou a alma do FC Porto no seu grandioso poema Aleluia, e o FC Porto continua a subir aos píncaros nas asas poéticas com épicas vitórias destas, como a de agora no estádio romano da atualidade.


Os comentadores adversos andavam a dizer que a equipa portista estava obrigada a marcar pelo menos um golo, como que a meter pressão... e a nossa equipa fez mais, com três, uma das contas que Deus fez.

Agora são já 21 presenças do FC Porto em 25 edições na "Champions", algo só igualado por Real Madrid e Barcelona. O FC Porto é algo especial!

E que grande vitória foi e é esta do FC Porto, no mítico Olímpico de Roma! Costuma-se dizer que em Roma sê romano, mas o FC Porto foi autêntico Dragão, a deitar fogo, não a Roma como séculos antes o imperador Nero, mas (não confundir com Nerú, por causa de certas rimas…)  a todas as mentes doentes que não olham a meios para procurar atingir os interesses portistas. Como se viu no fim do jogo pelas “trombas” de alguns comentadores televisivos de certos canais feitos com outros regimes, alguns dos quais ainda tentaram continuar com atoardas, daquelas em que só acredita quem quer…

Ora em Roma convém ver o Papa. E no canal televisivo que desta vez transmitiu o jogo até se viu uma entrevista a Pinto da Costa, mas quando ele estava a dar certo recado a um dirigente de determinado clube, o tal que disse que queria que o FC Porto perdesse por muitos e tendo sido ele a levar com o que cuspiu… perderam a imagem de satélite e cortaram a entrevista…  Há cada coisa… ou continua a haver… pois por mais que custe aos que não querem ver o Porto vencedor, o Porto deu um safanão e mostra que está de volta, continuando a ser forte.


Sem euforia, mas com alegria, esta foi mais uma bela noite europeia.  Com o FC Porto, depois do empate registado no Porto, a ir a casa do Roma vencer por três a zero, fazendo com que o Hino da Liga dos Campeões continue a ser ouvido este ano no estádio do Dragão.


O jornal italiano La Gazetta dello Sport, segundo a sua página da Internet, sintetiza:

«Roma fuori dalla Champions: 0-3 col Porto, espulsi De Rossi e Emerson


All'Olimpico segna Felipe, poi i giallorossi perdono la testa e Layun e Corona chiudono i conti: si ripartirà dalla fase a gironi di Europa League

23 AGOSTO 2016 - ROMA

Per il calcio italiano, i playoff per l’accesso alla fase a gironi di Champions saranno pure maledetti, ma la Roma ci ha messo tanto del suo. All’Olimpico il Porto vince addirittura 3-0 e si porta via soldi e qualificazione, con un bilancio per i nostri club che va drammaticamente aggiornato: solo il Milan (2013-14), nelle ultime sette stagioni, è riuscito a superare l’ultimo turno preliminare. I giallorossi partivano con il buon pari di Oporto da difendere, ma si sono buttati via, con le follie di De Rossi ed Emerson a cavallo di metà gara che hanno reso ancor più difficile una partita dove la Roma già di suo non aveva approcciato nel modo giusto.»

Assim, para bom entendedor, o FC Porto entusiasma e dá mais confiança, ganha e faz outros ficarem infelizes. Enfim, põe os adeptos adversários nervosos, invejosos e “trombudos”. Enquanto a massa apoiante portista fica mais feliz. Porque o que faz falta é animar a malta!!!


Armando  Pinto

((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

Sem comentários:

Publicar um comentário