Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Tenente (depois Coronel) Augusto Fernando Sequeira – antigo presidente do FC Porto e Portista de longa vida


O FC Porto é um mundo inesgotável em dimensão profunda e elevada grandiosidade. Como se pode ver no caso hoje merecedor de evocação, na oportunidade duma efeméride da data, relacionada com a vivência portista. Sendo que, como é bem lembrado na missiva “Dragões Diário”, calha ser dia «de prestar homenagem a Augusto Sequeira, antigo presidente do FC Porto que em 1998 (a 4 de Abril) morreu com 110 anos.

Natural de Vassal, Valpaços, tomou posse a 17 de agosto de 1929, como novo presidente eleito para um mandato que decorreu até Março de 1930, e não se desviou da rota da afirmação do clube no país e da projeção a nível internacional. Não tendo podido estar mais tempo à frente dos destinos do FC Porto porque entretanto teve de abandonar a presidência para assumir um cargo na Índia, em serviço oficial da Pátria, rumando ao Oriente como oficial militar em missão de soberania nacional. Teve aí oportunidade de assistir in loco à chegada do “Raid aéreo Amadora-Diu-Goa”, da pioneira ligação pelo ar entre Portugal e a Índia Portuguesa, em longo voo efetuado pelo piloto (ao tempo) Tenente Francisco Sarmento Pimentel e seu navegador Capitão Moreira Cardoso. Uma proeza reconhecida honrosamente pela Liga Internacional dos Aviadores, com atribuição oficial de seu galardão, mas que depois ficou quase apagada dos compêndios, por os heroicos aviadores serem opositores do regime do Estado Novo, mesmo depois do avião respetivo ter sido doado ao Estado Português. Tiveram aí alguns oficiais portugueses destacados no então Estado Português da Índia a possibilidade de, após o levantamento aéreo de Goa, Damão e Diu, terem feito «o 1.º voo de correio aéreo Goa-Bombaim-Goa no avião monomotor De Havilland DH-80A "Puss Moth" que fora oferecido por Francisco Sarmento Pimentel, que nele voara desde Amadora/Lisboa a Mormugão em Novembro de 1930».

= Referência na "História do Foot-Ball Club do Porto", de 1933, primeiro livro historiador sobre o clube, da autoria do pioneiro historiador Rodrigues Teles (antes da mais alargada História em tres volumes nos anos cinquentas). Ficando-se assim com ideia de como era referido o então Tenente Augusto Sequeira, ainda no tempo de sua ausência por paragens orientais. =

Mais tarde, quando regressou da Índia, o Tenente Sequeira continuou a servir o F C Porto com uma dedicação sem limites.

Durante o ano de mandato do então Tenente Augusto Fernando Sequeira, destacam-se a conquista do Campeonato Regional, prova maior da Associação de Futebol do Porto, e uma das primeiras grandes vitórias europeias da história, num particular com o Celta de Vigo, o campeão da Galiza, derrotado por 6-2 no Campo da Constituição.

Augusto Fernando Sequeira (mais tarde Coronel) foi elevado à categoria de Sócio Benemérito do F C Porto, em reconhecimento oficializado a 7/9/1932, pelos relevantes serviços prestados.

O Coronel Augusto Sequeira, muitos anos depois, e na qualidade de Sócio Benemérito, foi convidado pelo então Presidente da Direção Afonso Pinto de Magalhães para orador oficial da sessão solene do aniversário do FC Porto comemorado em 1970. Tendo na ocasião sido apresentado formalmente pelo vice-presidente Dr. Fernando Cabral. Cujo teor se recorda, da reportagem ao tempo registada no jornal O Porto.



De sua oração junta-se excerto do início do eloquente discurso com que brindou a assistência de entidades e sócios convidados.


Passados anos houve novo momento significadtivo, perante um encontro com laivos de homenagem de Pinto da Costa com outros antigos presidentes da história portista, tendo-se juntado o Coronel Augusto Sequeira com Luís Ferreira Alves, Dr. Paulo Pombo e Pinto da Costa - conforme ficou para a posteridade em fotografia inserta na revista Dragões.

= O Presidente Nuno Pinto da Costra, em 1990, com três históricos ex-Presidentes do FCP: Dr. Paulo Pombo, Luís Ferreira Alves e Coronel Sequeira =

Sempre conhecido pela sua enorme dimensão humana, tendo festejado o centésimo aniversário rodeado pelos 11 bisnetos, quatro netos, filha, restante família e várias gerações de amigos, o Coronel Sequeira teve a honra de aí ter estado presente Jorge Nuno Pinto da Costa, em reconhecimento de sua ligação grandiosa ao FC Porto.

Armando Pinto
((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

1 comentário:

  1. Conheci-o bem em Vila Real, onde foi Governador Civil nos anos 50. Eu muito miúdo claro, mas como meu Pai desempenhava funções oficiais como Engenheiro Civil, tínhamos algum convívio. Sempre PORTISTA, vim a reencontrá-lo num Restaurante na Aguda, na semana em que tinha completado 99 anos.

    ResponderEliminar