Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Comemoração dos 45 anos do Europeu Júnior de Hóquei…


Conforme promessa feita no artigo informativo sobre a ocorrência e o prometido é devido - como se costuma dizer e até Carlos Tê escreveu a dar sentido àqueles versos cantados por Rui Veloso - cá estamos a dar nota da confraternização comemorativa realizada entre os hoquistas campeões europeus de 1969.

Com efeito, teve lugar no passado sábado um encontro significativo dos antigos juniores portugueses de hóquei em patins que há 45 anos se sagraram campeões europeus em Espanha, na primeira vez que uma seleção portuguesa jovem, na categoria júnior, conseguiu vencer o Europeu desse escalão fora de portas, no estrangeiro. Com a particularidade desse triunfo, no Campeonato Europeu de juniores (escalão atualmente denominado “Sub-20”) ter sido no reduto do historicamente principal adversário na modalidade, nesse distante Setembro de 1969.

Pois em 2014, ao perfazer o 45º aniversário do evento (que, recorde-se, se realizara de 10 a 14 de Setembro de 1969 - conferindo o artigo de apresentação, que aqui publicamos há dias ainda), voltaram a encontrar-se os intervenientes vitoriosos desse feito, agora, no passado fim-de-semana, calhando ter sido a 13 de Setembro.  

Quem se recorda dos rostos que já relembramos neste blogue (Memória Portista) e no nosso anterior espaço informático (Lôngara...), assim como quem os viu em rinque ou na televisão, pode não se reconhecer instantaneamente os hoquistas do tempo em apreço, mas são os mesmos, sempre rijos!

Ora, não conseguiram estar todos presentes os campeões de 69, estando felizmente vivos todos os hoquistas então consagrados, de cujo lote campeão, entretanto, apenas desapareceram fisicamente o selecionador e o massagista desse ano, senhor Guilhermino Rodrigues e o eterno sr. Lopinhos, respetivamente. Assim, unicamente não puderam comparecer Dinis, Monteiro e Leitão, dos jovens heróis de há 45 anos. Mas estiveram em maioria os que disseram presente, desta feita, agora mais entradotes na idade e maduros de feições – como se pode ver nos instantâneos fotográficos, dos quais para aqui transpomos algumas passagens de momentos de convívio e pormenores pessoais. Além de poses de conjunto, para a posteridade. E, posto isto, não vamos aqui alongar mais a descrição, por quanto a comunicação social e desportiva se cingiu ao reconhecimento visual das fisionomias, hoje em dia bem diversas das caras que conhecemos melhor há muitos anos, entre esses nomes de amigos que admiramos. Por isso, para rematar, “sticando”, aqui fica a identificação do conjunto (nas fotos de grupo, obviamente, e por aí identificando também os que estão nas restantes visualizações): Da esquerda para a direita - José Fernandes, Vítor Orêncio, Cristiano, Vale, Fernando Barbot, Júlio e Castro.


...Isto dispensa legendas e apraz lembrar que estão em grande forma… Se o Reinaldo e companhia se não puserem a pau, avançam ainda estes !!!


Armando Pinto

1 comentário:

  1. Amigos antigos campeões desejo que se mantenham sempre rijos para fazer a dobradinha, comemorar os 90 anos, um grande abraço a todos.

    ResponderEliminar