Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

domingo, 26 de março de 2017

Uma breve “fuga” ao ciclismo… pela História do FC Porto.


Em termos de interesse desportivo, não havendo grandes motivos de atenção por estes dias (quando vertemos a este espaço estas anotações), este é um período propício a deitar mão a respigos da memória. Pois um fim de semana assim sem o Porto jogar, em futebol entenda-se, é algo insosso, como acontece no trecho da atualidade. Coisa só comparável, pela inversa, quando o resultado não tem gosto, como se entenderá.

Assim sendo e porque ainda na passada semana o ciclismo do FC Porto foi mais uma vez motivo de regozijo, trazemos um tema sobre ciclismo portista acima do alcance deste espaço, qual luzinha ardente boiando em azeite, vindo à tona sobre água em lamparina acesa.

Ora, no passado domingo Gustavo Veloso foi grande vencedor de uma clássica já antiga, entre as provas do ciclismo nacional, como é a Clássica da Primavera na Póvoa de Varzim. Sendo o ciclista galego o atual cabeça de cartaz da modalidade por estas bandas, na linha histórica de grandes valores que o FC Porto tem tido ao longo da sua história relacionada com o desporto das bicicletas. Tal como em tempos passados, entre outros, houve destaque do grande Fernando Moreira nas primeiras vitórias alcançadas pelo ciclismo do FC Porto. Sendo que nesses tempos uma das etapas em que o célebre Fernando Moreira cimentou a vitória na Volta a Portugal que venceu, foi precisamente na chegada à Póvoa, deixamos aqui uma lembrança desse facto (conforme se pode verificar pelas imagens e correspondentes legendas), como homenagem conjunta à memória do desporto dos pedais no FC Porto e à Póvoa de Varzim pela sua tradição velocipédica, em termos de inclinação por vigores de valor.  


Armando Pinto
((( Clicar sobre as imagens, para ampliar )))

Sem comentários:

Publicar um comentário