Reconstituição Histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Reconstituição histórico-documental da Vida do FC Porto em parcelas memoráveis

Criar é fazer existir, dar vida. Recriar é reconstituir. Como a criação e existência deste blogue tende a que tenha vida perene tudo o que eleva a alma portista. E ao recriar-se memórias procuramos fazer algo para que se não esqueça a história, procurando que seja reavivado o facto de terem existido valores memorávais dignos de registo; tal como se cumpra a finalidade de obtenção glorificadora, que levou a haver pessoas vencedoras, campeões conquistadores de justas vitórias, quais acontecimentos merecedores de evocação histórica.

A. P.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Efeméride: Atribuição da Medalha de Mérito Distrital ao FC Porto


Conforme hoje é de recordar: «Há seis anos, e na sequência da inesquecível época (no futebol e não só) 2010/11, o FC Porto era homenageado, vitoriado e distinguido pelo Governo Civil do Porto com a Medalha de Mérito Distrital. O Governador Civil Fernando Moreira resumiu então o portismo em três tempos: “Exemplo de competitividade, exigência e vontade de vencer”.»

Com efeito, o Governo Civil do Porto entregou no dia 24 de maio de 2011, em ato público ocorrido pela manhã dessa terça-esta, a Medalha de Mérito Distrital ao FC Porto. Galardão que atribuiu oficialmente ao clube mais representativo do distrito, em cerimónia realizada no Salão Nobre da instituição.

Juntava-se assim, então, essa distinção da Medalha de Mérito Distrital às anteriores honrarias que o FC Porto tem no seu palmarés de honra, como a Medalha de Ouro da Câmara Municipal do Porto recebida nos anos trinta, mais comendas e colares de honra de oficialato português.

Estava então prestes a desaparecer essa figura institucional que eram o Governos Civis dos Distritos do país, por decisão do governo nacional da época, e antes desse desaparecimento, o último Governador do Distrito do Porto, Dr. Fernando Moreira, quis assim homenagear o maior clube do distrito portuense com essa honra, na calha da conquista de mais um campeonato nacional, ao tempo, e como forma de assim responder ao presidente da Câmara da ocasião, visto o Dr. Rui Rio não ter recebido o clube azul e branco nos Paços do Concelho – na linha de ser conhecido seu sentido adverso ao FC Porto, sem conseguir esconder sua antipatia pelo FC do Porto, mas sobretudo, como é sabido e ficará para a história, pelo caso do plano de pormenor da urbanização das Antas e atraso infligido ao processo da construção do estádio do Dragão.

A propósito do facto do FC Poto ser honrado com a «atribuição da Medalha de Mérito Distrital pelo Governo Civil do Porto, na sequência da conquista do 25.º título nacional», Pinto da Costa referira ao saber da distinção distrital (em discurso na receção oficial na Câmara de Vila Real, diante de autarcas e outras individualidades):«Não fazia sentido não reconhecer os feitos desportivos do FC Porto depois de todas as conquistas», disse Pinto da Costa, durante uma visita a Vila Real, pelo 3.º aniversário da casa dos dragões nessa cidade.

Recuando no tempo, recorde-se o que desse ato da outorga da Medalha de Mérito Distrital ficou anotado na comunicação social:

Durante a sessão solene da entrega da medalha, no seu discurso, o Governador Civil, Fernando Moreira, considerou que o clube é “um exemplo de competitividade, exigência e vontade de vencer”.

A cerimónia, que pôde ser testemunhada num ecrã gigante montado na fachada do edifício, foi precedida pela projeção de um vídeo alusivo à história do clube e às vitórias mais recentes. Aliás, a atribuição da medalha é justificada pelos “excelentes resultados e títulos conquistados, em diferentes modalidades, pelo clube ao longo dos últimos anos, que contribuíram decisivamente para a afirmação e o prestígio nacional e internacional da cidade e do distrito”.

Após a imposição da gravata de bandeira no estandarte e a entrega da medalha e do diploma, o presidente Jorge Nuno Pinto da Costa discursou e agradeceu a distinção ao Governador Civil. “É com profunda emoção que todos nós vemos, finalmente, a cidade, através do seu Governo Civil, prestar a homenagem que era devida ao FC Porto. A partir deste momento, pode Vossa Excelência estar de consciência tranquila por ter feito pela cidade este acto muito importante. A cidade está aqui e sensibiliza-me a presença de pessoas de todos os quadrantes políticos. Resta-nos continuar a prestigiar e honrar a cidade e Portugal, o que nos faz ser dignos dos parabéns do Presidente da República”, referiu.


Ao lado dos quatro troféus conquistados nessa época pela equipa de futebol portista, o presidente sublinhou ainda o carácter universal do clube: “É um enorme prazer saber que por todo o país se festejam as vitórias do FC Porto. O FC Porto prestigia não só a sua cidade mas o seu país. Temos orgulho da nossa cidade, da nossa casa, mas é um prazer ver que os festejos se estendem por Portugal, pelos países de expressão portuguesa, pela Colômbia e até pela Roménia”.


Armando Pinto

Sem comentários:

Publicar um comentário